Entidades do agronegócio e empresariais se posicionam a favor do impeachment

SÃO PAULO - A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), divulgou hoje (6) uma nota oficial defendendo o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O comunicado também é apoiado por entidades empresárias como a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (Fiems), a Fecomércio, a Federação das Associações Empresarias de Mato Grosso do Sul (Faems), além da Ordem do Advogados do Brasil no Estado (OAB-MS).  

"O atual cenário econômico e social instalado é uma verdadeira ameaça à produção nacional, que passou a registrar os mais baixos índices de atividade econômica e a potencializar a instabilidade e a desesperança na população", diz a nota.  

A nota também criticou o posicionamento de Aristides Santos, secretário de Finanças da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (   Contag), sobre a organização de invasões programadas, em todo País, de casas e propriedades rurais.  

"Por sermos da família e da paz, entendemos que tal ameaça incita a violência entre os cidadãos brasileiros e coloca em risco o Estado Democrático de Direito".  

As federações declararam, ainda, que o afastamento da chefe de Estado é o único caminho para a retomada do crescimento econômico e do desenvolvimento social do Brasil.  

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos