5 dicas de como montar um currículo perfeito

SÃO PAULO – Você pode ter uma carreira brilhante, ser poliglota e atender a todos os requisitos de uma vaga de emprego. Mas se não apresentar um bom currículo, você pode ser descartado facilmente. Por outro lado, com um currículo bem montado você deixa para trás muitos concorrentes.

Os detalhes são sutis e escondem armadilhas que podem fazer você não ser selecionado para a vaga dos seus sonhos. A coach de carreira Ana Lisboa e o consultor de carreira Eliseu Ordakowski elencaram alguns conselhos sobre os erros e acertos no seu currículo.

1. Ortografia 

"Erros de português ou expressões em inglês escritos errados são quase imperdoáveis", afirma Ordakowski.

Segundo ele, "letras muito pequenas demonstram, no mínimo, insegurança". Portanto, use o tamanho de letra padrão Arial 12, e evite frases repetitivas.

2. Narrativa coerente

"O texto deve estar bem encadeado e sucinto", afirma Ana. Segundo ela é essencial que o currículo tenha início, meio e fim. Mudanças de área, experiências avulsas e desconexas e lacunas sem explicação afastam os empregadores.  

Idealmente, a carreira do candidato deve ser composta por movimentos harmônicos entre si, mas isso não é o bastante. "Precisa haver uma simetria entre o histórico daquele profissional e as características da vaga", diz a especialista. "O recrutador deve enxergar a relação entre o objetivo da pessoa e o que ela desempenhou na carreira até aquele momento".

No entanto, ela lembra que "buracos na carreira, às vezes, podem ser justificados". Até porque a Geração Y, por exemplo, migra de emprego mais rápido e os empregadores, no geral, entendem esse movimento, explica Lisboa.

3. Conteúdo

Mantenha o currículo sempre com a atualização completa em relação aos estudos, área de atuação e dados pessoais. Sempre mostre os resultados e conquistas dos empregos anteriores e de forma objetiva, orienta a coach de carreira.  "Nunca citar os salários antigos ou pretensões dos novos. É um grande risco", afirma Ana.

Colocar experiências que acrescentam como um trabalho voluntário ou um intercâmbio é interessante e agrega valor à sua vida profissional.  "Toda informação que estiver no currículo deve estar embasada e deve ser possível justifica-la", afirma a consultora. "Cite os certificados de línguas e os cursos extras com a carga horária", explica Lisboa. O currículo será mais persuasivo se houver dados de comprovação, de acordo com a especialista.

Para colocar no currículo uma experiência em um emprego sem registro, o contato do local ou de álguém deve estar presente para caso for necessário a comprovação. " Se for possível ligar e alguém confirmar as informações presentes no CV, sem problemas. Por outro lado, se isso não for possível é melhor não colocar", afirma Lisboa.

4. Layout

O consultor de carreira orienta que o currículo tenha um cabeçalho com nome e dados de contato e na sequência o interesse do profissional de forma bem clara.

"Logo abaixo, a formação acadêmica. Seguido de um Resumo de Qualificações abrangendo genericamente suas áreas de competência e evidenciando o conhecimento das Ferramentas de Gestão", sugere o especialista.

Depois, segundo ele, coloque as experiências profissionais (breve descritivo da empresa, cargo, tarefas atribuídas e resultados atingidos).

"Customizar o currículo dependendo da vaga para enviar para uma empresa específica é interessante", afirma Lisboa. Segundo ela, ter um currículo adaptado com as exigências de cada contratante é uma boa estratégia.

Segundo a especialista, evidenciar os pontos em comum entre você e o empregador facilita a avaliação para saber se você é ou não adequado para o cargo.

Além disso, se o profissional atuar numa área mais criativa, um currículo mais colorido e despojado pode fazer um efeito positivo. Por outro lado, se o cargo for administrativo ou de gestão optar por um ocelo clássico e com cores mais básicas é o mais indicado, avalia Lisboa.

5. Na hora de enviar

"Jamais encaminhe seu currículo para uma oportunidade que não tenha alinhamento à sua bagagem profissional", afirmou o consultor de carreira. Segundo ele, não adianta enviar seu currículo para vários lugares desesperadamente. "O currículo não tem o papel de fazer "venda de potencial"', afirma Ordakowski. 

E para enviar, no corpo do e-mail "o ideal é inserir um briefing de apresentação, justificando o envio do seu currículo para a oportunidade de trabalho", afirmou Ordakowski. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos