Bolsas

Câmbio

Com perdas de R$ 200 bilhões, BC tem o pior prejuízo semestral da história

SÃO PAULO - O Banco Central registrou um resultado negativo de R$ 17,3 bilhões no primeiro semestre deste ano, além de uma perda de R$ 184,6 bilhões com operações com reservas internacionais e derivativos cambiais. Com isso, a autoridade monetária registrou seu pior desde o início da série histórica, em 2008, com uma perda total de R$ 201,9 bilhões.

Segundo Arthur Andrade, chefe do departamento de Contabilidade e Execução Financeira do BC, o  Tesouro Nacional irá cobrir essa perda até o décimo dia útil de 2017 via emissão de títulos. Além disso, ele ressaltou que este resultado  não têm impacto no primário, mas apenas financeiro.

Com a queda de cerca de 19% do dólar ante o real no primeiro semestre,  a perda com a variação das reservas foi de R$ 263 bilhões para o BC. Por outro lado, os resultados de operações com swap geraram um ganho de R$ 78,706 bilhões nos seis primeiros meses do ano.

O custo de carregamento das reservas foi de R$ 263 bilhões no semestre, resultado da rentabilidade, negativa de R$ 234 bilhões, somados ao custo de captação de R$ 29 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos