Companhia aérea diz que voos podem ser gratuitos em cinco anos

  • Josep Lago/AFP

SÃO PAULO – A companhia aérea irlandesa Ryanair já é famosa em todo o mundo por oferecer voos que custam, muitas vezes, somente um euro. Entretanto, segundo o CEO Michael O'Leary, em cinco anos eles não custarão absolutamente nada.

De acordo com informações do jornal "Metro", os voos serão gratuitos para os passageiros porque também não serão a fonte de receita da empresa, que vai passar a lucrar compartilhando a receita de lojas e restaurantes dos aeroportos. A companhia aérea, segundo o portal, está "disposta a fazer esse acordo com os aeroportos europeus".

"Tenho esta visão de que, nos próximos cinco ou dez anos, as tarifas na Ryanair serão gratuitas, no caso de os voos estarem cheios, e nós vamos fazer dinheiro com a partilha da receita dos aeroportos, de todas as pessoas que vão passar pelos aeroportos", explicou o CEO sobre o plano da empresa.

Somente neste ano, a Ryanair deve levar 119 milhões de passageiros em seus voos. O principal motivo do sucesso da companhia aérea em toda a Europa é o fato de as passagens serem muito baratas. Isso é possível graças ao modelo de negócios que possui, o "low cost" – que, apesar de cobrar pouco pelas passagens, cobra pelo uso do banheiro a bordo, despacho de bagagem, entre outros serviços.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos