PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Boeing: lucros e receita ficaram abaixo consenso no Q2

24/07/2019 08h32

Boeing publicou nesta quarta-feira o balanço do segundo trimestre e mostrou lucro que ficou mais fraco do que as projeções dos analistas. A receita ficou menor do que a mediana das previsões.

A empresa divulgou que o lucro por ação (LPA) foi de US$ -5,82, resultado que ficou mais fraco do que as previsões dos analistas que apostavam em LPA de US$ 1,87.

Em igual trimestre do ano passado, o LPA ficou em US$ 3,33. No trimeste anterior, o lucro por ação ficou em US$ 3,16.

A receita do segundo trimestre alcançou US$ 15,75B. A expectativa dos analistas do mercado era de receita de US$ 19,21B. Já no trimestre anterior, a receita totalizou US$ 22,92B.

Boeing perdeu 1,36% e os papéis são negociados a $368,00 negócios no pré-market após a publicação do balanço.

Ações - Bens de Capital

No ano, as ações da empresa estão em alta de 15.68%, desempenho menor do que o S&P 500 que acumula uma alta de 21% desde janeiro.

O resultado da companhia sai após outros balanços importantes de Bens de Capital neste mês.

Honeywell - Em 18 de julho, Honeywell também publicou seu balanço, com LPA de US$ 2,10 e receita de US$ 9,24B, comparados a previsões de LPA de US$ 2,08 e receita de US$ 9,35B.

United Technologies - O balanço publicado em terça-feira mostrou lucro por ação de US$ 2,20, que superou das expectativas dos analistas de US$ 2,05. A receita ficou em US$ 19,63B, contra projeções de US$ 19,53B