PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Dennis Muilenburg, o CEO da Boeing, é demitido após o fiasco 737 MAX

23/12/2019 12h06

A Boeing anunciou que substituiu Dennis Muilenburg como diretor executivo, enquanto a empresa luta para se recuperar do fiasco de bilhões de dólares em seu avião 737 MAX.

"O Conselho de Administração decidiu que era necessária uma mudança de liderança para restaurar a confiança na empresa em avançar, enquanto trabalha para reparar os relacionamentos com reguladores, clientes e todas as outras partes interessadas", disse a Boeing (NYSE:BA) em comunicado nesta segunda-feira.

A Boeing declarou que nomeou o atual presidente, David L. Calhoun, será como CEO e presidente, a partir de 13 de janeiro de 2020. Calhoun continuará sendo membro do Conselho. Além disso, o membro do Conselho Lawrence W. Kellner se tornará Presidente não executivo do Conselho, com vigência imediata.

O diretor financeiro Greg Smith atuará como CEO interino durante o breve período de transição, enquanto Calhoun encerra seus compromissos que não são da Boeing.

A empresa anunciou há uma semana que interromperia a produção do 737 MAX, citando um enorme estoque que não pode ser repassado, pois as entidades reguladoras ainda não declararam que os aviões estão em perfeitas condições de navegabilidade .