Chain e instituições financeiras globais revelam padrão aberto para Blockchain

Chain, Inc.

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO FRANCISCO, 2 de maio de 2016 /PRNewswire/ -- A Chain, Inc., principal provedora da tecnologia de blockchain (cadeia de blocos), anunciou hoje o lançamento público do Chain Open Standard 1 (Chain OS 1 -- Padrão Aberto Chain 1), um protocolo de blockchain de fonte aberta, desenvolvido nos últimos 18 anos, através de uma colaboração única entre a empresa do Vale do Silício e instituições de serviços financeiros globais.

O Chain Open Standard já está propulsionando vários projetos de blockchain em grandes instituições financeiras, o que está impulsionando as exigências de padrão, através de parcerias em profundidade com a Chain, que começaram em 2014. O padrão está sendo aberto a toda a comunidade financeira pela primeira vez hoje.

"A Visa e a Chain vêm colaborando para explorar como a arquitetura blockchain pode operar na escala da Visa, para beneficiar de seus clientes", disse o vice-presidente executivo para Inovação e Parcerias Estratégicas da Visa, Jim McCarthy. "O Chain Open Standard é a culminação de muitos meses de interação e de resolução de problemas. Estamos satisfeitos por exercer um papel contínuo nesse processo".

"A Nasdaq teve o prazer de participar do desenvolvimento do Chain Open Standard, através de uma variedade de casos de uso, incluindo valores mobiliários do mercado privado, votação por procuração e compensação bancária", disse o vice-presidente executivo e CIO da Nasdaq, Brad Peterson. "Em particular, estamos satisfeitos por colaborar com nossos clientes de tecnologia de mercado nesses desenvolvimentos e ansiosos para continuar a inovar nessa área".

"Conforme nosso esforço para promover a adoção da blockchain internamente e com todo o setor financeiro continua, o protocolo da Chain dá suporte a alguns dos mais complexos casos de uso que temos em mente", disse o diretor de Administração sênior do Centro de Tecnologias Emergentes da State Street, Hu Liang. "Estamos ansiosos para continuar colaborando com a Chain e com a comunidade nesse Padrão Aberto".

"A Chain é uma parceira colaboradora dinâmica em nossos portfólios de investimentos e inovação, por habilitar o Citi a explorar aplicações de blockchain para seus clientes em moedas, pagamentos, etc.", disse a CIO (chief innovation office) do Citi e CEO da Citi Ventures, Debby Hopkins. "O Chain Open Standard irá acelerar muito o progresso e futura escala de novos casos de uso do blockchain em um ecossistema financeiro em evolução".

O Chain Open Standard foi desenvolvido com o propósito de habilitar aplicações financeiras em grande escala, para operar em redes de blockchain autorizadas, atendendo, ao mesmo tempo, as rigorosas exigências de regulamentação, segurança e privacidade do setor de serviços financeiros.

O Chain Open Standard é pioneiro em:

Um novo modelo de consenso que cumpre a finalidade da transação em menos de um segundo, mesmo com altos volumes de transações; Uma solução de privacidade que criptografa os dados do blockchain e fornece acesso seletivo de leitura às partes e regulamentadores relevantes; Uma estrutura inteligente de contrato e máquina virtual que dá suporte à execução de regras simples, bem como a programas de Turing completo, com armazenamento de valores-chave; Um modelo de dados escalável, que reduz a carga operacional para os participantes da rede; Uma rica camada de metadados para cumprir as exigências de KYC e AML. https://chain.com/os

"A abordagem da Chain é colocar as exigências de seus parceiros no centro de um esforço interativo e colaborativo de pesquisa e desenvolvimento", disse o CEO da Chain, Adam Ludwin. "Ao fazer parcerias em profundidade em projetos reais com líderes do mercado, em uma grande variedade de casos de uso em operações bancárias, pagamentos, mercados de capital e seguros, projetamos inteiramente o padrão blockchain, para solucionar problemas de uma maneira coerente. Estamos satisfeitos por abrir esse esforço plurianual a todo o sistema financeiro hoje".

A Chain também irá colaborar com outros projetos de fonte aberta de blockchain, criptografia e sistemas distribuídos, para assegurar interoperabilidade e harmonização nos esforços do setor.

Um blockchain é uma nova classe de banco de dados que pode abarcar diversas organizações. Uma rede baseada em blockchain permite a instituições participantes emitir, negociar e armazenar ativos financeiros com segurança em um meio digital, o que reduz os custos e cria novas oportunidades de produto para operadoras e participantes da rede.

Os participantes da "Consensus 2016 Conference" ("Conferência de Consenso de 2016"), em Nova York, poderão ver, ao vivo, demonstrações do Chain Open Standard.

_______

Sobre a Chain

A Chain, Inc. ( www.chain.com ) é uma empresa de tecnologia que faz parcerias com grandes instituições financeiras para desenvolver e implementar redes de blockchain que transformam os mercados. A Chain desenvolve e mantém o Chain Open Standard, um protocolo de blockchain de fonte aberta, para aplicações financeiras em grande escala. A plataforma da Chain inclui o Chain Core, um nó de produção de classe empresarial, e o ambiente de prototipação Chain Sandbox.

A Chain levantou $ 45 milhões com grandes instituições de capital de risco e investidores estratégicos. A Diretoria da empresa conta com o ex-CEO da American Express, bem como com um dos executivos fundadores da PayPal.

A sede da Chain é m São Francisco, Califórnia.

Perguntas da imprensa e do público em geral:

elizabeth@chain.com

FONTE Chain, Inc.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos