Bolsas

Câmbio

Especialistas discutem sobre alimentação de qualidade e condenam dietas radicais, durante 3º Fórum Nacional de Nutrição

3º Fórum Nacional de Nutrição

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

SÃO PAULO, 15 de setembro de 2016 /PRNewswire/ -- Como a indústria pode contribuir para uma alimentação mais saudável, a formação de bons hábitos alimentares na população e a responsabilidade na promoção da saúde foram alguns temas abordados por pesquisadores, poder público e empresariado no 3º Fórum Nacional de Nutrição, evento promovido pelo LIDE e pelo LIDE SAÚDE, ontem (14), em São Paulo.

 

Legenda da foto: Wilson Pollara, secretário-adjunto de Saúde do Estado de São Paulo, Crédito da foto: Gustavo Rampini

Claudio Lottenberg, presidente do LIDE SAÚDE e do Hospital Albert Einstein; Wilson Pollara, secretário-adjunto de Saúde do Estado de São Paulo; Juan Carlos Marroquín, presidente da Nestlé; Luiz Fernando Furlan, chairman do LIDE e Gustavo Ene, CEO do LIDE participaram do evento.

O Fórum sugeriu a reflexão de tópicos como a mudança nos padrões de alimentação. "Somos seres influenciáveis. Por isso, precisamos ter à disposição opções nutritivas para quebrarmos com os hábitos alimentares negativos", comentou Vera Rita de Mello Ferreira, psicanalista e consultora de psicologia econômica. A nutricionista sanitarista, Sonia Tucunduva, levou em conta o aspecto da difusão informacional na formação de uma dieta saudável. "Nós temos que disseminar o conhecimento sempre que possível. Esse é o caminho para promover mais saúde".

Para Mauro Fisberg, também curador do evento, condenar uma escolha alimentar ou aderir a um modismo deve ser evitado. "Toda vez que se demoniza um alimento, comete-se um ato inconsequente", afirmou Fisberg.

Com visão semelhante, Claudio Zanão, presidente da ABIMAPI (Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos), ressaltou a importância de nos distanciarmos de uma alimentação restritiva. "Dietas radicais são prejudiciais à saúde. Alimentação equilibrada e atividade física são os fatores que determinarão uma vida saudável", observou o presidente da ABIMAPI.

Para Ary Bucione, presidente da ILSI Brasil, parcerias público-privadas podem contribuir em frentes que vão desde a pesquisa científica, até a segurança da produção e criação de ingredientes.

O 3º Fórum Nacional de Nutrição contou com o apoio de importantes empresas. O patrocínio master foi da NESTLÉ, com apoio da ABIMAPI - Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos; BASF; SODEXO e TETRA PAK, com colaboração da DSM. ANTILHAS VAREJO, COMUNICARE CONSULTORIA DE COMUNICAÇÃO, CORPORATE IMAGE, ECCAPLAN, GRUPO RISOTOLÂNDIA, INFORMAR SAÚDE, QUEENSBERRY, STEELCASE e WEWI REFRIGERANTE ORGÂNICO foram fornecedores oficiais do evento. Foram media partners as rádios BANDEIRANTES AM/FM e BAND NEWS FM, o jornal DCI, PR NEWSWIRE, as revistas PENSE LEVE e LIDE e TV LIDE. 

Contato: Erica Valério

ericavalerio@grupodoria.com.br / (11) 3039-6098

(Foto:  http://www2.prnewswire.com.br/imgs/pub/2016-09-15/original/3254.jpg )

FONTE 3º Fórum Nacional de Nutrição

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos