Bolsas

Câmbio

Medicina de isótopo selecionado da Vector Vitale abre novos horizontes no tratamento e diagnóstico de patologias desafiadoras

Vector Vitale Inc.

Os dados abaixo são de responsabilidade das empresas envolvidas e não são produto jornalístico do UOL

MIAMI, 11 de outubro de 2016 /PRNewswire/ -- Pesquisadores da Vector Vitale Inc., uma empresa sediada na Flórida (EUA), concluiu que manter a taxa correta dos isótopos dos elementos químicos essenciais representando menos de 1% da massa do corpo humano é uma questão de vida e morte. Importantes descobertas permitem entender por que e como as patologias surgem.  

Uma importante descoberta da desconhecida, mas fundamental função de separação dos isótopos, tanto do sistema endocrinológico como imunológico, foi feita. A qualidade e a eficiência das proteínas produzidas pelas glândulas do sistema endócrino e órgãos, tecidos e células relacionados são definidas pelas taxas dos isótopos. Hormônios, esperma, leite materno, etc são altamente enriquecidos com isótopos leves – e empobrecidos dos mais pesados – dos mesmos elementos químicos. O mesmo é verdadeiro para células criadas pela medula vermelha dos ossos: linfócitos, eritrócitos e trombócitos.

Um subproduto negativo da seletividade dos isótopos é a acumulação local dos isótopos pesados dentro de partes dos sistemas imunológico e endocrinológico, a exemplo da medula vermelha, ossos, hipotálamo, glândulas pituitária, tireoide, paratireoide, adrenais, corpo pineal, órgãos reprodutores (ovários e testículos), pâncreas, glândulas mamárias, próstata ou em outras células que produzam hormônios (do estômago, intestino delgado, pele). Uma alteração dramática das taxas dos isótopos em favor dos isótopos mais pesados é um sinal de células de câncer de sangue e tumores sólidos malignos.

O acúmulo dos isótopos pesados e a alteração das taxas de isótopos além do padrão natural de abundância começam desde a substituição do isótopo mais leve pelo mais pesado do mesmo elemento químico, nas macromoléculas. Este evento representa o primeiro passo de todos da patogênese – uma peça ausente e decisiva para entender as causas de várias doenças.

Pesquisa pré-clínica, conduzida em cooperação com instituições acadêmicas especializadas, confirmaram a alta eficiência do tratamento com isótopos selecionados na cura das mais perigosas patologias, incluindo leucemia, cânceres do pulmão, rins e mama, bem como a eliminação de infecções bacterianas e virais: Staphylococcus aureus; E. coli; P. aeruginosa; Herpes 1 e 2, doença de Epstein-Barr, hepatite C.

A nova medicina de isótopo selecionado da Vector Vitale representa um novo padrão para tratamento de sucesso e prevenção de doenças degenerativas e infecciosas.

Os cientistas da Vector Vitale enfatizam a singularidade de seu tratamento de isótopos selecionados e acreditam que ele seja o único verdadeiramente eficiente método de simultaneamente regenerar ambos os sistemas imunológico e endocrinológico alterando, o organismo humano para o ponto no tempo em que estava jovem e em estado saudável/pré-doença, com proteção universal permanente contra patologias degenerativas incluindo câncer, diabetes, doenças de Alzheimer, Parkinson e várias infecções. Ele abre novos horizontes para terapias de antienvelhecimento.

Logo - http://photos.prnewswire.com/prnh/20161010/426726LOGO

FONTE Vector Vitale Inc.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos