IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Entenda como funciona uma fábrica de carros

Matheus Lombardi

Do UOL Economia, em São Paulo

25/08/2011 06h00

Ter um carro é o sonho de milhões de brasileiros. Mas pouca gente conhece a rotina de uma fábrica de automóveis. Para montar um carro inteiro, o tempo médio é de 24 horas de trabalho intenso de funcionários e robôs.

O UOL Economia visitou as instalações de uma unidade da General Motors em São José dos Campos (interior de SP) para mostrar como funciona esse mundo.

Fabricação de carros tem até 70% de robôs em algumas fases

As peças de um carro produzido no Brasil são 80% fabricadas pela indústria nacional. As milhares de partes que compõem um carro são transportadas por robôs -que respondem por 70% de todo o processo, e ajustadas pelas mãos do homem.

Um veículo popular demora um dia para ficar pronto. São três grandes processos com aproximadamente oito horas de duração cada um: estruturação, pintura e montagem.

Estruturação: é conhecida também como a parte mais pesada da indústria de carros, na qual os robôs são maioria. As chapas de aço são soldadas e montadas, e o "esqueleto" do carro fica pronto;

Pintura: com a carroceria pronta, os carros demoram cerca de oito horas para serem pintados. As cores prediletas dos brasileiros são prata, preto, cinza e branco;

Montagem: na parte mais cara da fabricação de um veículo são instalados estofados, bancos e equipamentos eletrônicos. O homem é maioria aqui, já que os ajustes precisam ser feitos manualmente;

Cada fábrica tem um perfil

Todo o processo de fabricação do carro é desenvolvido durante o desenho do modelo. O projeto já define que tipo de equipamento será utilizado e como será o fluxo de produção na linha de montagem.

Quando o projeto de um carro é fechado, a fábrica já tem planejamento de como ele será produzido. É possível avaliar a quantidade de modelos fabricados por hora, a quantidade de funcionários necessária e, também, que tipos de robô serão usados. 

Já a velocidade com que os carros serão fabricados depende da demanda de vendas dos veículos. É possível diminuir ou aumentar a velocidade de produção de acordo com o número de carros vendidos.

Mais Economia