IPCA
0.13 Mai.2019
Topo

Dilma desautoriza ministro sobre negócio entre donas da Vivo e da TIM

Do UOL, em São Paulo

2013-09-25T14:13:36

2013-09-25T15:32:35

25/09/2013 14h13Atualizada em 25/09/2013 15h32

A presidente Dilma Rousseff desautorizou, nesta quarta-feira (25), a declaração do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, sobre a negociação entre a Telecom Italia, dona da TIM, e a Telefónica, dona da Vivo no Brasil.

A Telefónica, dona da Vivo no Brasil, negocia o controle da Telecom Italia, dona da TIM no país.

Segundo a presidente, o que foi dito pelo ministro representa sua opinião pessoal, e não a visão do governo. Ainda segundo Dilma, caberá ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) avaliar o acordo entre as companhias.

Ontem à noite, o ministro havia afirmado que o grupo espanhol Telefónica não poderá ter o controle das operadoras Vivo e TIM no Brasil porque isso é contra a legislação do país. 

As duas empresas são concorrentes diretas no país: a Vivo possui 28,7% do mercado de telefonia celular no Brasil e a Tim, 27,2%.

"Uma empresa não pode controlar a outra, elas não podem fazer essa concentração. Isso significaria uma concentração muito grande nas mãos de um grupo e iria diminuir um concorrente no mercado, o que, para nós, é uma coisa muito negativa", disse o ministro ontem.

(Com Reuters)

Mais Economia