IPCA
-0.04 Set.2019
Topo

Demitir Mantega seria uma 'maravilha' para o Brasil, diz 'Financial Times'

Laurent Gillieron/EFE
Imagem: Laurent Gillieron/EFE

Do UOL, em São Paulo

26/02/2014 10h51

O jeito mais fácil de o Brasil recuperar a credibilidade diante de investidores internacionais seria demitir o ministro da Fazenda, Guido Mantega. A opinião foi expressa em editorial do jornal britânico "Financial Times" (FT), especializado em economia.

"O ministro Guido Mantega perdeu há muito tempo o respeito dos investidores. Trocá-lo por alguém que seja simpático ao mercado faria maravilhas", diz o editorial.

O jornal considera, no entanto, que isso não deve acontecer antes das eleições presidenciais de outubro. A assessoria do ministro informou que ele não vai comentar as críticas.

Mantega tem sido criticado pela mídia internacional de economia. A revista britânica "The Economist" atacou Mantega pelo menos duas vezes: em dezembro de 2012, defendeu sua saída. Em junho de 2013, pediu ironicamente sua permanência.

"Em dezembro, [...] pedimos para que a sra. Rousseff demitisse o sr. Mantega. No Brasil, foi amplamente repercutido que a nossa impertinência teve o efeito de tornar o ministro intocável. Agora, vamos tentar uma estratégia diferente. Imploramos para que a presidente o mantenha no cargo a qualquer custo. Ele é um sucesso enorme", registrou então a revista.

Segundo o "FT", o Brasil passou de uma economia vibrante, no governo Lula, para uma situação fraca com Dilma Rousseff. O jornal usou um trocadilho em inglês, dizendo que o Brasil deixou de ser um país "go-go" ("dinâmico") e virou um país "so-so" ("mais ou menos").

Mais Economia