PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Novo avião da Airbus promete diminuir dor de ouvido e jet lag

Luiza Calegari*

Do UOL, em Santiago (Chile)

06/08/2014 16h06Atualizada em 07/08/2014 16h56

O novo Airbus A350 XWB, que está em fase final de testes, vai contar com 16,7 milhões de tonalidades de lâmpadas de LED. Isso, segundo a empresa, em efeitos combinados de iluminação, deve ajudar a diminuir o jet lag, cansaço causado por longas viagens em que há mudança de fuso horário.

A pressão dentro do avião também é menor, e o bombeamento de ar (pressurização) é feito de forma gradual, o que diminui as dores de ouvido comuns nas viagens de avião.

O avião deve começar a operar no Brasil no fim do ano que vem, informou a TAM nesta quarta-feira (6).

Em relação ao sistema de entretenimento, as telas das tevês em HD têm até 12 polegadas. As janelas são maiores que a média atual, e o piso não tem cabos.

A fuselagem mais leve permite mais espaço entre as poltronas, que são mais finas. Além disso, nos compartimentos de bagagem, há espaço para mais de uma mala pequena por passageiro.

Redução de custos

Parte da fuselagem do avião é feita de um material bastante parecido com a fibra de carbono, que é mais leve e não enferruja.

Com a estrutura mais leve e um motor Rolls Royce Trent XWB, mais eficiente, o gasto de combustível pode ser até 25% menor em comparação com o de outras naves da mesma categoria que operam atualmente, de acordo com a Airbus.

Outros fatores aplicados na fabricação, segundo a Airbus, vão reduzir a emissão de gás carbônico e diminuir os custos de manutenção em cerca de 40%.

O custo operacional total dos aviões pode cair até cerca de 20%, quando comparado com o 767 da Boeing, por exemplo, e em cerca de 7% em comparação com o 787 Dreamliner, também da Boeing.

(*A jornalista Luiza Calegari viajou ao Chile a convite da Airbus)