PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

SP deve ter 2 aeroportos para executivos até 2016; serviço inclui outlet

Aiana Freitas

Do UOL, em São Paulo

25/08/2014 06h00

Dois aeroportos privados para aviões executivos deverão ser inaugurados no Estado de São Paulo até 2016. Um será em São Roque (a 60 quilômetros da capital) e outro em Caçapava (a 107 quilômetros).

A ideia é atrair executivos e milionários que se locomovem por meio de jatinhos e precisam, hoje, disputar slots (horários de chegadas e partidas) com aviões comerciais nos aeroportos convencionais, como o de Congonhas, na capital paulista.

Os aeroportos terão helipontos para que os passageiros possam ser transportados com rapidez até a capital.

Além disso, para atrair esse público exigente, os empreendimentos vão funcionar por 24 horas e serão interligados a lojas de grife, escritórios, hotéis e centros de convenções.

Outlet terá marcas de luxo, como Daslu e Le Lis Blanc

A JHSF, especializada em empreendimentos imobiliários de luxo, como o Shopping Cidade Jardim, na capital paulista, e os hotéis Fasano, prevê inaugurar, no segundo semestre de 2016, o Aeroporto Executivo Catarina.

O projeto completo foi apresentado ao público durante a feira de aviação executiva Labace, realizada em São Paulo neste mês.

Localizado no quilômetro 60 da rodovia Presidente Castelo Branco, em São Roque, ele poderá receber até 77 mil pousos e decolagens por ano e jatos executivos de grande porte, capazes de fazer voos diretos para cidades como Nova York (EUA), Londres (Reino Unido) ou Dubai (Emirados Árabes).

O aeroporto fará parte do Complexo Comercial Catarina, que inclui, ainda, um centro comercial, com prédios para escritórios, centro médico e hotel.

O complexo também terá um shopping com lojas de desconto (outlets) de grifes como Daslu e Le Lis Blanc (marcas que estão presentes no Shopping Cidade Jardim). Segundo a JHSF, o outlet deve ser inaugurado antes do aeroporto, já em novembro próximo.

'Facilidades que não existem num aeroporto convencional'

Durante a Labace, também foram apresentados os detalhes do Aerovale, que está em construção em Caçapava, no interior do Estado. A previsão da construtora Penido, responsável pelo projeto, é que o aeroporto comece a funcionar no início de 2015.

O Aerovale fica a quatro quilômetros da rodovia Presidente Dutra. A pista, de 1.550 metros de comprimento, terá capacidade para até 50 mil pousos e decolagens por ano.

Ao lado do Aerovale, será erguido um prédio para escritórios. Um hotel e um centro de convenções deverão começar a funcionar em agosto do ano que vem.

"A ideia é oferecer facilidades e confortos que não existem num aeroporto convencional", diz Rogério Penido, diretor da empresa.