IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Imóveis


Apartamento de 14m², do tamanho de uma van, custa R$ 89 mil em São Paulo

Aiana Freitas

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/10/2015 06h00

Dois anos depois de lançar o que na época era considerado o menor apartamento do país, de 19m², a construtora e incorporadora Vitacon decidiu apertar ainda mais seus clientes: a empresa vai lançar, até o fim deste mês, unidades de 14m².

Isso equivale ao tamanho de uma van Sprinter da Mercedes Benz (7,35 metros de comprimento por 1,993 metro de largura). E é menos da metade da área de um ônibus intermunicipal (36m²: 14m x 2,6m) 

O apartamento tem espaço para uma cama, um armário, uma pia, uma mesa e um banheiro. A Vitacon diz que, além de menor, é o "mais inteligente apartamento do Brasil" e que tem "o preço de um carro". 

Com "mais inteligente", a Vitacon quer dizer que tudo ali pode ser rearranjado: a cama, embutida, vira um sofá; a mesa de refeições se transforma rapidamente em uma bancada de trabalho. Isso se o cliente fizer o mobiliário sob medida, oferecido pela própria construtora.

O "preço de um carro" é a partir de R$ 89 mil. Não qualquer carro, portanto, até porque esse é o valor mínimo, que sobe dependendo do andar do apartamento. Para efeito de comparação, um Honda HR-V 2016 EXL tem preço sugerido a partir de R$ 92,9 mil.

Fugindo do trânsito

Os apartamentos de 14m² serão o destaque do Vita Bom Retiro, no centro de São Paulo. O presidente da empresa, Alexandre Frankel, diz que o imóvel foi concebido para ser a solução de problemas típicos da capital paulista.

"Pensamos na pessoa que mora fora de São Paulo, ou alguém que trabalha ali perto e precisa de uma base para dormir porque fica três horas no trânsito todos os dias. Achamos que ele pode ser bom a ponto de ser uma solução para a vida da pessoa e trazer mais qualidade de vida para ela."

O prédio terá, ainda, unidades de 23m², 33m², 39m² e 60m² (esses, de dois dormitórios, vão custar a partir de R$ 349 mil). O empreendimento conta também com um apartamento para uso coletivo, para os moradores que quiserem receber visitas. Essa unidade será usada no mesmo sistema do salão de festas, por meio de reserva e aluguel.

O Vita Bom Retiro terá também outros espaços para compartilhamento, como o de coworking (um tipo de escritório), sala de reunião, lounge e espaço gourmet, além de serviços de aluguel de carro, bicicleta e moto.

Mercado de quitinetes cresceu

O mercado de apartamentos compactos ou studios, como são chamadas atualmente as antigas quitinetes, tem crescido em São Paulo nos últimos anos. Paralelamente, a área útil desses imóveis tem diminuído.

Dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) mostram que, em 2005, foram lançadas, na Região Metropolitana de São Paulo, 960 unidades com até 40m² de área útil. Esse número representou 2,85% do total de unidades lançadas naquele ano, e a área média desses imóveis foi de 35,93m².

Em 2014, foram lançadas 9.814 com menos de 40m², ou 17,67% do total. A área média desses imóveis era de 32,75m²

Neste ano, com o desaquecimento da economia, o número de lançamentos diminuiu como um todo, e foram lançadas 3.315 imóveis com até 40m². A participação desse tipo de imóvel, porém, permaneceu significativa, em 14,49%. E a área média desses imóveis continuou caindo: 30,99m².

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Imóveis