Juros para consumidor e empresas sobem e se mantêm no maior nível em 7 anos

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

Os juros cobrados de consumidores e empresas subiram em dezembro e se mantiveram no maior nível dos últimos sete anos, mostra pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) divulgada nesta quinta-feira (7). 

Segundo a pesquisa, na média, os juros cobrados dos consumidores passaram de 7,43% ao mês (136,32% ao ano) em novembro para 7,56% ao mês (139,78% ao ano) em dezembro. A taxa média atual é a maior desde janeiro de 2009.

Nos empréstimos concedidos a empresas, os juros médios, que eram de 4,22% ao mês (64,22% ao ano) em novembro de 2015, passaram para 4,27% ao mês (65,16% ao ano) em dezembro. É a maior taxa desde fevereiro de 2009.

Esses são números médios e podem variar para cada situação específica, porque os bancos oferecem taxas diferentes de acordo com o plano contratado pelo cliente e a relação entre eles (quem tem mais dinheiro no banco paga menos taxas).

De acordo com o diretor executivo de estudos e pesquisas econômicas da Anefac, Miguel José Ribeiro de Oliveira, "tendo em vista o cenário econômico atual, que aumenta o risco de elevação dos índices de inadimplência [atraso de contas], a tendência é de que as taxas de juros das operações de crédito voltem a ser elevadas nos próximos meses".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos