Bolsas

Câmbio

Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta terça, 16 de fevereiro

Alexander Vestri

Do UOL, em São Paulo

Mercado financeiro

As ações da Vale saltaram mais de 7% e puxaram a terceira alta seguida da Bolsa. O Ibovespa subiu 2,13% e chego a 40.947,7 pontos. É o maior valor de fechamento desde o dia 6 de janeiro.

As ações dos bancos também influenciaram a alta da Bolsa. Os papéis do Bradesco foram os que mais se valorizaram, com alta de 3,58%, vendidos a R$ 19,99.
No mercado de câmbio, o dólar teve a sexta alta seguida, ficando acima de R$ 4. A moeda norte-americana avançou 1,86%, cotada a R$ 4,071. É o maior valor desde 28 de janeiro.

Leia mais

 

Em busca da CPMF

A presidente Dilma decidiu aceitar o pedido de governadores e prefeitos para repartir os recursos da CPMF com Estados e municípios. Ela avalia que sem o apoio destes governos, dificilmente será possível aprovar a recriação do tributo no Congresso.

Em reunião com a base aliada do Senado, Dilma disse que o governo pode aumentar a alíquota de 0,20% para 0,38%. Esse 0,18 ponto percentual a mais seria dividido meio a meio entre Estados e municípios.

Leia mais

Comércio foi mal em 2015...

O varejo brasileiro teve em 2015 a maior queda da série histórica. As vendas caíram 4,3% no ano passado em relação a 2014, de acordo com o IBGE.
Para o instituto, o cenário de recessão econômica e as perdas de segmentos importantes, como imóveis, eletrodomésticos e combustíveis, foram responsáveis pelo resultado negativo.

Esse também foi o primeiro resultado negativo nas vendas do setor desde 2003.

Leia mais

 

... e pode piorar neste ano

Depois de ter registrado a primeira retração em mais de uma década, o varejo brasileiro pode ter um desempenho ainda pior neste ano, como mostram as expectativas de economistas.

As projeções apontam para um encolhimento em 2016 de até 5,7% no varejo restrito, que exclui automóveis e materiais de construção.

Leia mais

 

Esperança abalada

Os brasileiros pioraram a expectativa para a economia do país em 2016. É o que mostra uma pesquisa feita em janeiro pelo Ibope Inteligência.

Segundo o levantamento, 46% dos entrevistados acreditam que o cenário será mais adverso do que o de 2015. Isso representa 11 pontos percentuais a mais que em outubro de 2015, quando 35% das pessoas apostavam em uma piora da situação econômica.

Leia mais

 

Renegociação de dívida

Para evitar recuperação judicial, a diretoria da Usiminas tenta renegociar metade da dívida de R$ 8 bilhões com bancos credores.

A condição é que os principais acionistas façam um aporte de U$S 1 bilhão (R$ 4 bilhões). O problema é que a proposta esbarra no antigo conflito acionário entre os japoneses da Nippon Steel e os argentinos da Ternium.

Fornecedora dos setores automotivo, eletrodomésticos e bens de capital, a Usiminas enfrenta uma grave crise devido à queda da demanda causada pela recessão brasileira, além de decisões ruins de gestão.

Leia mais

 

Ponte aérea

Os governos de Estados Unidos e Cuba assinaram um acordo histórico que permite a retomada de voos comerciais entre os dois países. A informação foi dada pelo Departamento de Transportes norte-americano.

O anúncio é um dos mais importantes desde que os países anunciaram a retomada de relações em dezembro de 2014, após mais de 50 anos de desavenças políticas.   

Leia mais

 

Agenda

Amanhã a Fipe divulga o IPC, e a Fundação Getúlio Vargas apresenta dados do IGP-10.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos