PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Barbie faz 57 anos e aposta em diversidade para bater Elsa e ampliar vendas

Novas bonecas têm versão com curvas, mais altas e com proporções menores - Divulgação
Novas bonecas têm versão com curvas, mais altas e com proporções menores Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

09/03/2016 13h43Atualizada em 09/03/2016 14h07

A boneca Barbie completa 57 anos de história nesta quarta-feira (9). Sua fabricante, a Mattel, não tem muito para comemorar: as vendas globais do brinquedo vêm caindo nos últimos anos.

A popularidade da boneca caiu entre as crianças, que têm preferido brinquedos eletrônicos, como tablets e videogames, ou bonecos como a princesa Elsa, do filme de animação da Walt Disney "Frozen".

Para tentar reverter esse cenário, a Mattel trocou de presidente no ano passado e passou a apostar na diversidade.

Em junho de 2015, anunciou o lançamento da linha "Barbie Fashionista", com 23 bonecas com diferentes cores de pele, cabelos e olhos, bem como formato do rosto, para representar a diversidade de características físicas das mulheres ao redor do mundo.

Em janeiro, ampliou a linha com três diferentes tipos de corpo e cabelo. Há alguns anos, a Barbie era criticada por representar um padrão de beleza considerado opressor por feministas: corpo longilíneo e sem curvas, cabelo loiro e impecavelmente lisos, e olhos azuis.

As bonecas passaram a oferecer o biotipo Curvy, com corpo curvilíneo; Tall, versão mais alta do que a padrão; Petite, cujas proporções são menores e que devem agradar as garotas mais baixinhas; além da boneca original.

Além dos novos formatos de corpo, os brinquedos terão cabelos com cortes mais curtos e com texturas diferentes, inclusive o black power, e cores fantasia. Traços étnicos também serão representados. Assim, as chances de uma garota se sentir representada por uma boneca aumentarão consideravelmente.

Na época, o site oficial da marca informava que essa nova linha era "apenas o começo". "Oferecendo produtos que empoderam e são mais imaginativos, nós acreditamos nas garotas e em seu potencial ilimitado. Você pode ser o que quiser", dizia a campanha publicitária. 

Barbara 'nasceu' em Wisconsin, em 1959

Segundo a Mattel, o nome completo da Barbie é Barbara Millicent Robert. Ela "nasceu" em Willows, Wisconsin (EUA), e em sua primeira versão vestia um maiô listrado em preto e branco.

A boneca foi criada em 1959 pela americana Ruth Handler, co-fundadora da Mattel, que percebeu que sua filha (Bárbara, ou Barbie) gostava de brincar com bonecas de papel que trocavam de roupa, conta a fabricante.

Segundo a empresa, até então as bonecas tinham aparência de bebês e a de papel era uma das únicas que tinha a feição mais próxima da de uma adolescente.

Ao longo de sua trajetória, Barbie já teve mais de 180 carreiras, incluindo astronauta (1965), médica (1973) e presidente dos EUA (1992).

A boneca foi vestida por mais de 75 grifes, entre elas Alexandre Herchcovitch, Chanel, Giorgio Armani, Gucci e Dior.

Clássicos do cinema, teatro e TV também ganharam bonecas Barbie caracterizadas com seus personagens mais famosos, entre eles "Romeu e Julieta", "O Mágico de Oz" e "Star Trek", além de atrizes como Marilyn Monroe, Audrey Hepburn e Elizabeth Taylor.