Site que acha goleiro para pelada lança aplicativo e prevê faturar R$ 1 mi

Andreá Carneiro

Colaboração para o UOL, em São Paulo

O site Goleiro de Aluguel, que ajuda a achar goleiros para o futebol dos amigos, prevê lançar até o fim de julho um aplicativo que vai automatizar o serviço. Vai ser uma espécie de Uber de goleiros. Hoje, o site faz a operação manualmente. A empresa espera faturar R$ 1 milhão no ano que vem com a novidade.

Os goleiros para peladas sempre foram raros. A dificuldade de encontrar um é rotina entre grupos de amigos que se reúnem para uma partida.

O negócio, de Curitiba (PR), surgiu com a proposta de facilitar isso, rendendo um dinheirinho para os goleiros. Os jogadores interessados em atuar no gol são "contratados" para uma partida pelo grupo que estiver sem ninguém na posição.

A plataforma funciona como um banco de dados que cruza informações dos que precisam de um goleiro e dos candidatos. Os primeiros cadastram a partida, e o site faz uma busca por goleiros disponíveis naquela região. Ao encontrar a combinação, coloca os dois lados em contato.

Goleiro ganha R$ 18 por partida

O time paga, por partida, R$ 30 ao goleiro, que fica com R$ 18 e repassa R$ 12 ao Goleiro de Aluguel.

Até agora, os próprios fundadores da empresa recebiam um alerta do sistema e faziam manualmente a troca de contatos entre goleiros e contratantes. Com o aplicativo, o processo deve ser automatizado: os usuários vão usar a geolocalização do celular para chamar um goleiro disponível.

O lançamento do aplicativo deve alavancar o negócio. "Até o final do ano, o faturamento deve ser de R$ 250 mil, e a expectativa é de que chegue a R$ 1 milhão em 2017", estima Eugen Braun, sócio da empresa. 

Traves, as melhores amigas dos goleiros

Começou como página no Facebook

Tudo começou como uma página no Facebook, criada pelo goleiro de aluguel Samuel Toaldo em janeiro de 2015. Por meio dessa página, ele conheceu o atual sócio, Eugen Braun, que também atuava como goleiro de aluguel.

A Atrativa Web, de Curitiba, comprou 25% da empresa e assumiu o desenvolvimento do aplicativo e o pagamento de um salário para cada um dos sócios, que puderam deixar seus empregos para se dedicar exclusivamente ao site.

O site saltou de 30 profissionais cadastrados em junho do ano passado para 4.000 em junho deste ano, e a estimativa é de que esse número chegue a 6.000 até o final de 2016. Foram realizadas até agora mais de 3.000 partidas em todo o país --só no mês de maio foram 480.

Goleiro "campeão" abastece carro e janta fora

O vendedor de loja de motopeças André Negrello, 28, usa o dinheiro que ganha como defensor amador para abastecer o carro e jantar fora. "Tenho colegas para quem o dinheiro é fundamental", conta. Em maio, André ficou em primeiro lugar no ranking de goleiros, que avalia os melhores profissionais, com 1.090 pontos em 42 jogos.

Negrello conta que voltar a jogar foi uma superação após três anos afastado do esporte por causa de uma lesão grave no braço, resultado de um acidente. "Hoje consigo fazer boas defesas com meu braço machucado, o que me deixa muito feliz. E as ações sociais são uma motivação a mais", afirma.

Empresa ajuda crianças carentes na África

A empresa faz investimento social. Uma deles é o projeto "Escuela de Porteros", de treinamento de goleiros para crianças carentes no Mali, país do oeste africano.

A quantia doada financia, por exemplo, o aluguel do espaço para os treinos e a compra de materiais esportivos. "Pretendemos também enviar uniformes, luvas, chuteiras e bolas em um futuro próximo", diz Samuel.

Os empreendedores também patrocinaram a Seleção Brasileira Feminina de Futsal dos Surdos, que recebeu material esportivo e doações em dinheiro para disputar a Copa do Mundo da modalidade, da qual foi vice-campeã. 

O endereço do site é http://goleirodealuguel.com.br/.

(Edição: Armando Pereira Filho)

Veja grandes defesas de
 
 
 
 
goleiro
Veja Álbum de fotos

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos