Ouça o Giro UOL Economia com os destaques desta quinta, 25 de agosto

Alexander Vestri

Do UOL, em São Paulo

Mercado quase estável

A Bolsa fechou praticamente estável, com leve alta de 0,01%, com 57.722,14 pontos. Com isso, a Bolsa acumula ganho de 0,72% no mês e de 33,15% no ano.

As ações da Petrobras, da mineradora Vale, do Banco do Brasil e do Bradesco terminaram o dia em alta. No entanto, os papéis do Itaú Unibanco registraram queda.
O dólar teve alta de 0,27%, cotado em R$ 3,232. Apesar de subir no dia, a moeda ainda acumula desvalorização de 0,35% no mês e de 18,15% no ano.

Leia mais


Menos vagas no mercado

O Brasil perdeu 94.724 vagas de trabalho com carteira assinada em julho. O resultado é pior do que o registrado em junho, mas melhor do que o de julho do ano passado.
Os dados são do Caged, do Ministério do Trabalho.

Esse foi o 16º mês seguido em que o Brasil teve corte de vagas. De janeiro a julho, o país perdeu 623.520 postos com carteira assinada. No acumulado em 12 meses, são 1,71 milhão de vagas a menos.

Leia mais


Juros nas alturas

A taxa de juros do cheque especial subiu em julho e atingiu 318,4% ao ano, segundo dados do Banco Central. É a taxa mais alta desde julho de 1994, quando a pesquisa começou a ser feita. O resultado do cheque especial mostra uma alta de 2,7 pontos percentuais em relação a junho e um salto de 71,5 pontos na comparação com julho de 2015.

Os juros do rotativo do cartão de crédito tiveram leve queda e ficaram em 470,7% ao ano. Houve redução de 0,2 pontos na comparação com junho, e um salto de 76,3 pontos em relação a julho de 2015.

Leia mais


Indústria em desenvolvimento

A indústria brasileira deve aumentar em 4,9% os investimentos em pesquisa e desenvolvimento, mas cortar em 8,6% a verba para inovação neste ano. É o que revela um estudo da Fiesp.

O documento mostra ainda que os recursos do setor empregados em gestão devem crescer 5,6% neste ano.

Leia mais


Ajudinha do BNDES

O governo federal anunciou que o BNDES vai criar uma linha de crédito para financiar a compra de ativos de empresas em recuperação judicial.

O programa vai ter orçamento de R$ 5 bilhões e vai ficar em vigor até agosto de 2017. De acordo com o governo, não haverá subsídio do Tesouro Nacional. A linha contará com recursos já disponíveis do BNDES.

Leia mais


Agenda

Amanhã vai ser divulgado o resultado primário do Governo Central, que mostra a soma dos resultados do Banco Central, da Previdência e do Tesouro Nacional.

A Fipe vai anunciar o resultado do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da semana. A pesquisa é feita na cidade de São Paulo com pessoas que ganham de 1 a 20 salários mínimos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos