PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

FGTS: Mais de 1.300 agências da Caixa abrem mais cedo nesta 5ª para saques

Edson Lopes Jr./UOL
Imagem: Edson Lopes Jr./UOL

Do UOL, em São Paulo

12/04/2017 16h53

O número de trabalhadores nascidos em março, abril e maio que já sacaram os recursos das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) superou 4,3 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal. Por causa do fluxo de atendimento acima do esperado em algumas regiões do país, o banco abrirá 1.305 agências mais cedo nesta quinta-feira (13). 

As unidades da Caixa abrirão duas horas mais cedo. A exceção são aquelas que normalmente abrem às 9h: nesse caso, começam a atender uma hora antes e fecham uma hora depois. A relação de agências com horário diferenciado está disponível no site do banco

A segunda fase de saques de contas inativas do FGTS começou no último sábado (8). Tem direito ao saque o trabalhador com carteira assinada que pediu demissão ou que foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015.

Segundo a Caixa, o valor pago entre os dias 8 e 10 de abril alcançou R$ 6,2 bilhões, o equivalente a 55% do total de R$ 11,2 bilhões previstos na segunda fase.

Saques vão até 31 de julho

Os saques para nascidos em janeiro e fevereiro já haviam sido liberados no mês passado. 

Para todos os trabalhadores, será possível sacar o dinheiro até 31 de julho de 2017. Por exemplo: se o trabalhador nascido em janeiro ainda não sacou o dinheiro, ele ainda pode fazer o saque até 31 de julho.

Depois disso, só vai poder sacar esse dinheiro seguindo as regras antigas --ao se aposentar ou se for comprar a casa própria, por exemplo.

Leve a carteira de trabalho

Segundo a Caixa, só é obrigatório apresentar a carteira de trabalho se for sacar mais de R$ 10 mil de uma das contas. Porém, em caso de falha no registro das informações, é preciso apresentar a carteira e, se possível, a rescisão de contrato para comprovar a situação do trabalhador e corrigir os dados no sistema do FGTS.

Portanto, em todos os casos, é melhor levar também a carteira de trabalho e, se possível, a rescisão do contrato.

2ª fase tem 7,7 milhões de trabalhadores

Nessa segunda fase, mais de 7,7 milhões de brasileiros poderão sacar R$ 11,2 bilhões. O valor representa 26% do total das contas inativas. 

Na primeira fase de saques do FGTS, que foi de 10 a 31 de março, foram sacados R$ 5,9 bilhões, que equivale a 85% do previsto pela Caixa (R$ 6,96 bilhões). Os saques foram feitos por 3,7 milhões de pessoas nascidas em janeiro e fevereiro.

Ele tinha R$ 15 mil no FGTS, mas já gastou metade 

UOL Notícias

Como receber seu dinheiro

Há diferentes opções disponíveis para receber os valores de contas inativas do FGTS. A Caixa orienta que, antes de sair de casa, o trabalhador consulte o site ou o 0800-726-2017 para descobrir qual a melhor opção de pagamento para ele.

1. Crédito em conta

Quem tem conta poupança individual na Caixa não precisa fazer nada: o dinheiro já será transferido automaticamente, no primeiro dia do calendário de saques. Quem tem conta poupança conjunta ou conta corrente na Caixa pode receber o dinheiro diretamente nessa conta, mas precisa fazer o pedido à Caixa por meio do site das contas inativas (www.caixa.gov.br/contasinativas) ou pelo telefone 0800-726-2017.

2. Caixas eletrônicos

Quem tem até R$ 1.500 para receber pode sacar o dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa. É possível sacar só com a senha do Cartão do Cidadão, mesmo que tenha perdido o documento. Esse é o caso da maioria dos trabalhadores, segundo dados da Caixa.

Quem tem entre R$ 1.500 e R$ 3.000 para receber também pode sacar o dinheiro em caixas eletrônicos da Caixa. Nesse caso, é preciso Cartão do Cidadão e a respectiva senha.

Atenção: o limite é para cada uma das contas inativas. Por exemplo, se o trabalhador tiver R$ 1.000 em uma conta e R$ 1.500 em outra, pode fazer os dois saques em caixas eletrônicos.

3. Agências lotéricas e correspondentes

Quem tem até R$ 3.000 para receber também pode sacar o dinheiro em agências lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. Nesse caso, vai precisar do Cartão do Cidadão, da respectiva senha e de um documento com foto.

Atenção: o limite é para cada uma das contas inativas. Por exemplo, se o trabalhador tiver R$ 2.000 em uma conta e R$ 2.500 em outra, pode fazer os dois saques em lotéricas ou correspondentes bancários.

4. Agências da Caixa

Quem tem mais de R$ 3.000 em uma conta inativa só poderá receber nas agências da Caixa. Os documentos necessários são o número do PIS (Programa de Integração Social) e um documento com foto.

Para valores acima de R$ 10 mil, é obrigatório levar também a carteira de trabalho ou documento que comprove o fim do vínculo de trabalho.

Atenção: a Caixa recomenda que todos que forem a uma agência levem um documento com foto mais a carteira de trabalho para facilitar o atendimento.

Saque ou transferência para outros bancos

Além de sacar o valor em dinheiro, quem for às agências da Caixa também poderá transferir os recursos para outro banco sem pagar nada.

Para quem tem conta poupança na Caixa, há uma vantagem: o prazo para transferir o dinheiro é maior, até 31 de agosto. Para os demais, o prazo é 31 de julho.

Nos sábados em que algumas agências da Caixa estarão abertas para atendimento, a transferência será limitada a R$ 5.000 e levará um dia útil para cair na conta (a transferência será feita via DOC, não via TED).

Como saber se você tem direito ao saque de conta inativa

UOL Notícias