Bolsas

Câmbio

Viagens Habib's, avião Honda e mamadeira Philips? Marcas ampliam serviços

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

Tentar novas áreas e diversificar os negócios passou a ser uma estratégia para empresas que querem conquistar mais clientes.

A rede de fast food Habib's, por exemplo, apostou em negócios bem diferentes das comidas árabes, como posto de combustível e agência de turismo.

Em data ainda não definida, a empresa abrirá na avenida Radial Leste (zona leste de São Paulo) um posto de combustível e uma loja logo atrás, que já podem ser vistos no local com o logo do Habib's.

A empresa também possui uma agência de turismo chamada Bib's Tur, que atende funcionários da rede e público em geral. São oferecidos pacotes, passagens áreas, cruzeiros, reserva de hotéis, seguro assistência a viagens e locação de carros. A agência foi fundada em 1998.

A Honda, sinônimo de carros e motos, fabrica também jatos executivos. Além disso, a empresa possui um parque eólico, em Xangri-Lá (RS), e produtos e equipamentos para os setores de agropecuária e construção civil, como geradores e pulverizadores.

Conhecida por aparelhos eletrônicos, a Philips decidiu se reposicionar e focar na área da saúde. A empresa possui uma marca de mamadeiras chamada Avent e escovas de dente elétricas. Também passou a vender equipamentos aos hospitais, como de ressonância magnética, tomógrafos e monitores hospitalares.

Veja exemplos de empresas que estão atuando em outras áreas:

  • Habib's - posto de gasolina e agência de turismo
  • Honda - aviões, parque eólico e equipamentos para setores de agropecuária e construção civil
  • Philips - mamadeiras, escovas de dente elétricas e equipamentos de saúde
  • Fujifilm - aparelhos de especialidades médicas, medicamentos e cosméticos
  • Chilli Beans - roupas
  • Lojas Americanas - fones de ouvido e controles para games
  • Correios - plano telefônico pré-pago
  • Porto Seguro - plano telefônico pós-pago e de internet

Diversificação precisar ser bem analisada

Segundo o consultor do Sebrae-SP Fabiano Nagamatsu, empresas que querem ampliar seu segmento devem fazer um estudo bem detalhado antes de seguir com sua proposta.

A diversificação é positiva desde que seja bem analisada. Em um momento de crise, por exemplo, ter outro segmento pode ajudar a suprir a empresa como um todo.

Para ele, não é porque uma empresa domina determinado ramo que não pode ir para outras áreas. "Se tornar especialista em algo não quer dizer que eu tenho que fazer sempre a mesma coisa. Eles podem aproveitar o conhecimento que possuem de seus clientes."

O consultor afirma, porém, que as empresas devem ter cuidado para não perder o foco do negócio principal. "O risco é desfocar a gestão da marca. Na diversificação de produto, é preciso focar na gestão da marca. Cada marca da empresa precisa ter uma gestão com profissionais especializados administrando o negócio."

Mudança de negócio

O consultor do Sebrae afirma que as empresas também partem para outros segmentos quando percebem que o mercado está defasado. "A marca usa a experiência que já possui e procura outra oportunidade".

É o caso da Fujifilm. A empresa, conhecida pelos filmes fotográficos, se especializou na área médica e fabrica aparelhos de raio-X digital, mamografia digital e endoscopia, além de sistema de gerenciamento de imagens hospitalares.

"Apesar de não parecerem relacionados, eles têm o DNA da empresa, que é a imagem", afirma Eduardo Tugas, diretor da divisão médica da Fujifilm no Brasil.

Ele afirma que nos países asiáticos a marca também lançou uma linha de cosméticos voltados para o rejuvenescimento, mas que não há previsão de chegar ao Brasil. A empresa também está apostando em medicamentos de alta complexidade, ainda em fase de aprovação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos