Bolsas

Câmbio

Bilionários

Bitcoin bate novo recorde e faz primeiros bilionários, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Adam Runger/Reuters

    Gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss processaram Mark Zuckerberg alegando roubo da ideia de criar o Facebook

    Gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss processaram Mark Zuckerberg alegando roubo da ideia de criar o Facebook

A disparada no valor do bitcoin pode ter feito seus primeiros bilionários no mundo. Segundo o jornal britânico "The Telegraph", um investimento de US$ 11 milhões (cerca de R$ 35,75 milhões) feito em 2013 pelos gêmeos Cameron e Tyler Winklevoss, de 36 anos, ultrapassou US$ 1 bilhão.

Desde que os gêmeos investiram no bitcoin, a moeda virtual acumulou uma valorização de quase 10.000%, de acordo com o jornal britânico. Apenas neste ano, o ganho ultrapassa 1.000%. No último domingo (3), o bitcoin voltou a atingiu seu maior valor na história: US$ 11.799,99 (R$ 38,3 mil).

Leia também:

Irmãos processaram Mark Zuckerberg

Ex-atletas olímpicos, os gêmeos Winklevoss ficaram famosos por terem processado Mark Zuckerberg, alegando que ele havia roubado deles a ideia de criar o Facebook. O caso é abordado no filme "A rede social", que conta como o Facebook foi criado.

Os dois conseguiram um acordo para que Zuckerberg pagasse a eles uma indenização de US$ 65 milhões (entre dinheiro e ações do Facebook), dos quais US$ 11 milhões foram investidos em bitcoins.

Os irmãos também lançaram uma plataforma chamada Gemini, na qual investidores podem comprar, vender ou guardar bitcoins.

Bitcoin é fraude? Entenda por que bancos querem distância das criptomoedas

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos