Bolsas

Câmbio

Petrobras

Lucro da Petrobras sobe 56% em um ano, a R$ 6,96 bi no 1º trimestre

Do UOL, em São Paulo

A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 6,961 bilhões no primeiro trimestre, alta de 56,43% em relação ao mesmo período do ano passado, informou a companhia nesta terça-feira (8). Foi o melhor resultado trimestral desde os três primeiros meses de 2013, quando a petroleira lucrou R$ 7,69 bilhões.

 No trimestre anterior, a Petrobras havia perdido R$ 5,477 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado somou R$ 25,67 bilhões, maior que os R$ 25,25 bilhões registrados no primeiro trimestre de 2017.

Segundo o presidente da Petrobras, Pedro Parente, o resultado do início deste ano consolida uma trajetória de recuperação da companhia. 

Estamos cumprindo à risca o que prometemos no nosso plano de negócios anunciado em 2016 e o resultado do primeiro trimestre mostra que as escolhas têm sido acertadas e que o esforço tem valido a pena
Pedro Parente, presidente da Petrobras

Alta no preço do petróleo 

Segundo a empresa, os resultados refletem o aumento da cotação do petróleo no mercado internacional, que levou a maiores margens nas exportações de petróleo da Petrobras.

A cotação passou de US$ 53,8 na média do primeiro trimestre de 2017 para US$ 66,8 no primeiro trimestre deste ano.

Reajustes da gasolina contribuíram

Também contribuíram para o lucro no início do ano os ganhos maiores com a venda de derivados, como combustíveis, apesar da redução nas vendas da gasolina no país.

Devido à nova política de preços, adotada em julho de 2017, a Petrobras faz reajustes mais frequentes nos preços dos combustíveis nas refinarias, inclusive diariamente.

No período entre a adoção da nova metodologia e o fim do primeiro trimestre, os preços da gasolina e do diesel nas refinarias subiram quase 30%.

E os preços continuaram subindo. De julho até esta terça-feira, o aumento foi de cerca de 40%. 

Acionistas voltam a receber

Com o lucro do primeiro trimestre, a Petrobras voltará a pagar dividendos aos acionistas, no valor total de R$ 652,2 milhões, ou R$ 0,05 por ação, em 25 de maio. Será a primeira distribuição de dividendos desde 2014.

Os pagamentos, que costumavam acontecer com base em resultados anuais, haviam sido interrompidos devido aos prejuízos nos últimos anos. 

Produção de petróleo caiu no Brasil

De acordo com a Petrobras, a produção total de petróleo e gás natural no primeiro trimestre de 2018 foi de 2.680 mil barris de óleo equivalente por dia (boed).No Brasil, foram 2.582 mil boed, queda de 4% em relação ao primeiro trimestre de 2017.

A produção de derivados no Brasil caiu 7% e as vendas, 9%, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Em relação ao quarto trimestre de 2017, houve queda no volume de vendas de gasolina e diesel.

Prejuízo em 2017

Em 2017, a estatal teve o quarto ano seguido de perdas (R$ 14,8 bilhões).

A Petrobras vem tendo prejuízos anuais desde 2014, sobretudo devido ao impacto dos atos de corrupção, investigados pela operação Lava Jato, que envolveram a empresa.

(Com Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos