Bolsas

Câmbio

Após alta do dólar, BC diz que vai manter atuação e Tesouro muda leilões

Do UOL, em São Paulo

Após o dólar subir 2,64% nesta quinta-feira (14) e registrar a maior valorização diária em mais de um ano, o Banco Central e o decidiu manter a atuação que vinha fazendo no mercado de câmbio para tentar conter o avanço da moeda. O Tesouro Nacional, por outro lado, vai mudar sua forma de atuar.

O BC anunciou que vai oferecer na próxima semana um volume adicional de US$ 10 bilhões em contratos de swap cambial (equivalentes à venda futura de dólares), como parte da estratégia da atuação conjunta com o Tesouro Nacional para "prover liquidez" e contribuir para o "bom funcionamento" dos mercados.

Em comunicado, o BC informou que manterá a oferta de US$ 24,5 bilhões em swaps cambiais prevista para esta semana e "que não vê restrições para que o estoque de swaps cambiais exceda consideravelmente os volumes máximos atingidos no passado".

Em outra frente, o Tesouro decidiu mudar a forma como vem atuando no mercado de títulos da dívida e informou que pode realizar na próxima semana leilões diários de compra e venda de três diferentes papéis "em razão das condições vigentes no mercado financeiro".

O Tesouro suspendeu as vendas de LTN e NTN-F já previstas para a próxima quinta-feira (21) em seu calendário oficial, mantendo a previsão de comprar Letras Financeiras do Tesouro nesse mesmo dia, informou a secretaria em comunicado.

Assim, na próxima semana, enquanto o BC aumenta a oferta de swaps cambiais, o Tesouro fará leilões diários de compra e venda de títulos contemplando um ou mais títulos e vencimentos de NTN-F, LTN e NTN-B, diz o comunicado.

(Com Reuters)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos