PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Brasileiro gastou mais de 10% da renda para pagar juros em 2017, diz estudo

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/07/2018 19h27

O brasileiro destinou mais de 10% da sua renda no ano passado para pagar juros de dívidas. O gasto superou, inclusive, despesas básicas como vestuário e educação, segundo um estudo elaborado pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo).

De acordo com a entidade, o aumento no montante de juros pagos pela população ocorreu mesmo diante da queda expressiva da Selic, a taxa básica de juros da economia, e da redução na oferta de empréstimos pelos bancos.

Leia também:

Ao todo, as famílias brasileiras pagaram R$ 354,8 bilhões em juros em 2017, um aumento de 17,9% em relação ao montante desembolsado em 2016. O valor corresponde a 10,8% da renda anual das famílias e é equivalente a 5,4% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

O juro médio cobrado das pessoas físicas subiu de 64,9% ao ano em 2016 para 67,8% ao ano em 2017, enquanto a Selic recuou de 13,75% para 7,0% ao ano ao longo do ano passado.

Conforme a FecomercioSP, o montante de empréstimos atrasados há mais de 90 dias teve redução de 11,3% no ano passado em relação a 2016, totalizando R$ 44,7 bilhões. Com isso, a taxa de inadimplência caiu de 6,1% para 5,3% no período.

“Embora a inadimplência das pessoas físicas seja uma das questões mais preocupantes atualmente, isso se dá muito mais em decorrência da sua alta disseminação em termos do grande conjunto de famílias inadimplentes do que propriamente de seu volume agregado, que representa 1,4% do rendimento anual das famílias e 0,7% do PIB”, afirmou a entidade no estudo.