PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Primeira aérea de baixo custo no Brasil começa rota Rio-Santiago em 5/11

Do UOL, em São Paulo

26/10/2018 11h09Atualizada em 26/10/2018 17h58

A empresa chilena Sky Airline será a primeira aérea estrangeira "low-cost" (de baixo custo) a operar um voo regular internacional no Brasil. A informação é da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), que concedeu autorização operacional à companhia. A decisão foi publicada nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial da União. 

Segundo a agência, o primeiro voo da companhia está previsto para o dia 5 de novembro. "Essa operação sairá do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, em Santiago, no Chile, com destino ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro. Em seguida, a empresa fará a rota no destino inverso", informou a Anac, em nota.

A companhia também deve ter, até o primeiro trimestre de 2019, operações para os terminais de Guarulhos, em São Paulo, e Hercílio Luz, em Florianópolis, de acordo com a Anac. 

Leia também:

Essa não é a primeira vez que a Sky Airline atua no Brasil. Entre 2014 e 2016, a empresa operou voos não regulares (apenas na alta temporada) entre Santiago e Guarulhos, sem a denominação "low-cost". Dessa vez, a empresa vai operar voos regulares (o ano todo) dentro do segmento de baixo custo.

A autorização operacional é a última das três etapas que uma empresa estrangeira necessita para operar voos regulares no Brasil. As duas primeiras autorizações, a de funcionamento no país e a jurídica, foram concedidas pela Anac em maio de 2013.

Outras aéreas podem estar a caminho

Além da Sky Airline, outras três aéreas do segmento de baixo custo estão em processo de autorização para operar no Brasil.

A europeia Norwegian e a argentina Avian, subsidiária da Avianca, já obtiveram autorização jurídica da agência de aviação, enquanto a Flybondi recebeu autorização do governo argentino em agosto para operar no Brasil. Após esse passo, a empresa deve entrar com o pedido de autorização jurídica e operacional na Anac.

Aérea 'econômica' já atua em rota Fortaleza-Paris

Desde maio, a aérea Joon, subsidiária do grupo Air France-KLM, opera voos regulares entre Fortaleza, no Ceará, e Paris, na França. Apesar da proposta de oferecer passagens a preços mais baixos para o público jovem, a empresa não se considera "low-cost".

(Com Reuters)

Veja caminho que sua mala faz no aeroporto depois de despachada

UOL Notícias