ipca
0,45 Out.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Relatório do Itaú sobre Bolsonaro e investimentos causa críticas nas redes

Do UOL, em São Paulo

30/10/2018 17h57

Em relatório enviado aos correntistas, o Itaú Unibanco destaca pontos que considera positivos da campanha eleitoral do presidente eleito, Jair Bolsonaro, diz que espera avanços na economia, afirma que o momento é de investir em Bolsa e aproveitar para divulgar seus fundos multimercados como meio de aplicação.

A mensagem tem causado críticas de clientes nas redes sociais, alguns dizendo que encerrariam suas contas. O banco confirmou a veracidade do relatório e disse que não é um documento político, mas apenas uma análise técnica. 

Leia também:

O Itaú destaca que Bolsonaro foi "hábil" em identificar o desejo da população por mais segurança. "O novo presidente foi muito hábil em entender que, há muito tempo, as pesquisas qualitativas mostravam uma demanda por mais ordem e segurança", diz o relatório. 

O documento também elogia a estratégia de comunicação de Bolsonaro nas redes sociais: "Apesar do pouquíssimo tempo de TV, Bolsonaro estabeleceu uma comunicação direta com os seus eleitores, baseada na espontaneidade das redes sociais, para cativar a população."

O Itaú menciona também a plataforma de costumes e econômica. "Jair Bolsonaro consolidou a sua caminhada ao Palácio do Planalto com uma plataforma conservadora nos costumes, mas liberal em suas propostas econômicas, tendo como grande fiador econômico o seu assessor e provável futuro Ministro da Fazenda, Paulo Guedes."

O relatório faz uma avaliação do desempenho político do PSL, partido do presidente eleito, ressaltando que era pequeno e sai como a segunda maior força na Câmara.

"É importante frisar que o ponto de partida nos parece muito favorável: o seu partido (PSL) tinha pouquíssima representatividade política, mas sai destas eleições como a segunda maior força da Câmara dos Deputados, tornando-se assim a base fundamental da aliança política, que debaterá temas delicados e que definirá a probabilidade de o novo governo aprovar reformas no campo fiscal e a reforma da Previdência", diz o documento.

Para finalizar, o Itaú recomenda investimentos em ações, oferecendo seus produtos. "Além da confiança na economia, nossos analistas projetam um bom desempenho no mercado de ações local. Uma maneira de acessar esse mercado, de forma mais conservadora e adequada ao seu perfil de investidor, é por meio de fundos Multimercado. Temos à sua disposição os melhores fundos de mercado", disse o comunicado (veja a íntegra da mensagem ao fim deste texto).

Itaú diz que relatório não tem viés político

Procurado pelo UOL, o Itaú informou que o relatório não tem viés político ou opinativo, apenas analítico, e que segue uma obrigação que as casas de investimento têm de manter seus clientes informados com relação aos eventos que podem mexer com suas aplicações.

"Na segunda-feira, emitimos uma análise do atual cenário político-econômico com recomendações de investimentos. Nosso objetivo com esse comunicado foi o de reforçar que, a partir do cenário eleitoral definido, temos o papel, como instituição financeira, de orientar nossos clientes sobre temas que possam impactar seus investimentos, sempre com base em argumentações técnicas", declarou o banco, em nota. 

"Lamentamos não termos sido claros e objetivos ao transmitir a mensagem. Reforçamos, mais uma vez, que o Itaú Unibanco é uma empresa apartidária e que não apoia nem apoiou nenhum candidato a cargos eletivos."

Em conferência na manhã desta terça-feira (30), quando foram divulgados os resultados do terceiro trimestre do banco, o presidente do Itaú, Candido Bracher, defendeu a liberdade de imprensa e a diversidade e disse que, apesar da urgência, a reforma da Previdência não é a única mudança de que o Brasil precisa. Melhor educação e reforma política foram mencionadas. 

"Liberdade de imprensa é um princípio fundamental da democracia. O Itaú respeita e valoriza a diversidade e tem demonstrado isso em inúmeras formas e ocasiões", disse Bracher, quando questionado sobre declarações polêmicas do presidente eleito.

Repercussão nas redes

Recebido por uma parte de sua base de clientes, o relatório logo foi replicado nas redes sociais e recebeu críticas. Veja alguns exemplos:

Veja a íntegra do relatório:

Após um resultado favorável a ele no primeiro turno, e assim como indicado por todas as pesquisas eleitorais conduzidas desde então, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) conquistou a maior parte dos votos válidos no segundo turno das eleições, realizado no último dia 28 de outubro.

Jair Bolsonaro consolidou a sua caminhada ao Palácio do Planalto com uma plataforma conservadora nos costumes, mas liberal em suas propostas econômicas, tendo como grande fiador econômico o seu assessor e provável futuro Ministro da Fazenda, Paulo Guedes. O novo presidente foi muito hábil em entender que, há muito tempo, as pesquisas qualitativas mostravam uma demanda por mais ordem e segurança. Além disso, apesar do pouquíssimo tempo de TV, Bolsonaro estabeleceu uma comunicação direta com os seus eleitores, baseada na espontaneidade das redes sociais, para cativar a população.

A posse do novo presidente se dará apenas no dia 1° de janeiro de 2019, mas é importante frisar que o ponto de partida nos parece muito favorável: o seu partido (PSL) tinha pouquíssima representatividade política, mas sai destas eleições como a segunda maior força da Câmara dos Deputados, tornando-se assim a base fundamental da aliança política, que debaterá temas delicados e que definirá a probabilidade de o novo governo aprovar reformas no campo fiscal e a reforma da previdência no Congresso Nacional. Tais reformas são relevantes para gerarmos um ciclo de crescimento sustentável e, nesse sentido, o mercado focará na formação do governo em si e nas propostas que já venham a ser divulgadas pelos novos quadros da alta administração federal.

Diante desse cenário, é o momento de priorizar investimentos em bolsa. Além da confiança na economia, nossos analistas projetam um bom desempenho no mercado de ações local. Uma maneira de acessar esse mercado, de forma mais conservadora e adequada ao seu perfil de investidor, é por meio de fundos Multimercado. Temos à sua disposição os melhores fundos de mercado, além do Seleção Multifundos, um investimento que já reúne dentro dele os melhores fundos, estejam abertos ou fechados.

Para aproveitar essas oportunidades, conte com os nossos especialistas, que seguem acompanhando a sua carteira de investimentos e estão à disposição para uma conversa mais personalizada, com detalhes de produtos e valores adequados ao seu perfil.

Itaú Uniclass

Mais Economia