IPCA
0.11 Ago.2019
Topo

Reforma da Previdência


Ida de Guedes à CCJ 'será mais produtiva' quando houver relator, diz nota

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

26/03/2019 12h01

O ministro da Economia, Paulo Guedes, não participará hoje de audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados para discutir a reforma da Previdência, contrariando o que havia sido informado antes.

Em nota oficial, a pasta informou que a ida de Guedes ao colegiado "será mais produtiva" quando o relator da matéria for definido. "A ida do ministro da Economia à CCJ será mais produtiva a partir da definição do relator", informou o Ministério da Economia.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, substituirá Guedes durante a audiência.

Guedes foi informado por parlamentares da base aliada de que a audiência estaria esvaziada, em um movimento coordenado por deputados insatisfeitos com a articulação política do governo. No mesmo horário, o ministro participará da 8ª reunião do Conselho de Governo no Palácio do Planalto.

Crise entre poderes

Atritos entre o Executivo e o Legislativo nos últimos dias têm feito pairar dúvidas sobre a tramitação da reforma da Previdência, considerada pauta prioritária do governo e do mercado financeiro.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, chegou a dizer, na semana passada, que não participaria mais da articulação política pela aprovação do projeto. No final de semana, líderes partidários tentaram botar panos quentes para "baixar a temperatura" da crise.

Entenda a proposta de reforma da Previdência em 10 pontos

UOL Notícias

Mais Reforma da Previdência