IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Economistas mantêm projeção para o PIB em 2019, mas veem inflação maior

Do UOL, em São Paulo

29/07/2019 08h59Atualizada em 29/07/2019 11h26

Economistas de instituições financeiras consultados pelo Banco Central mantiveram as projeções para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), para a taxa básica de juros (Selic) e para o dólar em 2019. A estimativa para a inflação subiu.

Veja as projeções desta semana do Boletim Focus para o final de 2019, divulgadas pelo Banco Central:

  • PIB: mantido em 0,82%
  • Inflação: subiu de 3,78% para 3,8%
  • Dólar: mantido em R$ 3,75
  • Taxa de juros: mantida em 5,5% ao ano

PIB encolheu no primeiro trimestre

O PIB do Brasil caiu 0,2% de janeiro a março em relação ao trimestre anterior, impactado pela tragédia em Brumadinho (MG) e por quedas da agropecuária e dos investimentos.

Foi o primeiro resultado negativo trimestral desde o quarto trimestre de 2016 (-0,6%). Em relação ao primeiro trimestre de 2018, o PIB cresceu 0,5%.

Juros e inflação

No mês passado, o Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central decidiu manter a taxa de juros em 6,5% ao ano.

A meta oficial de inflação do governo para 2019 é de 4,25%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou menos. Em 2018, o IPCA fechou o ano com avanço de 3,75%, sendo que o centro da meta era de 4,5%.

(Com Reuters)

O que o PIB tem a ver com a sua vida?

UOL Notícias
Errata: o texto foi atualizado
A versão original deste texto informava no título, incorretamente, que economistas mantiveram a projeção para o PIB em 2018. Na verdade, mantiveram a projeção para 2019. O erro também apareceu na Home-page do UOL. A informação já foi corrigida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia