PUBLICIDADE
IPCA
1,15 Dez.2019
Topo

Previdência de servidor, militar e INSS terá rombo de R$ 300,4 bi em 2020

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

30/08/2019 19h08Atualizada em 02/09/2019 15h16

O governo terá de cobrir um rombo de R$ 300,4 bilhões com a aposentadoria de servidores, trabalhadores do setor privado e militares em 2020. Desse total, R$ 244,2 bilhões se referem ao déficit do INSS, R$ 39,8 bilhões de funcionários públicos e R$ 16,4 bilhões de integrantes das Forças Armadas.

Os dados foram apresentados hoje pelo secretário de Orçamento Federal, George Soares, durante a apresentação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) de 2020.

Esse déficit, entretanto, pode ser ainda maior caso a reforma da Previdência e as mudanças nas regras de pensão para militares não sejam aprovadas, ou sofram grandes alterações no Congresso. Nesse caso, o déficit pode chegar a R$ 314,8 bilhões.

Na proposta enviada hoje ao Congresso Nacional, foram consideradas receitas extras que o governo espera obter com as novas regras para a aposentadoria de servidores, militares e beneficiários do INSS. São R$ 10,4 bilhões com servidores e R$ 4 bilhões com militares.

Economia