IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Safra quase leva posto de mais rico do Brasil, mas Lemann ganha pelo 7º ano

Montagem com Jorge Paulo Lemann e Joseph Safra, os dois mais ricos do Brasil - Luiz Carlos Murauskas/Folhapress - Mastrangelo Reino/Folhapress
Montagem com Jorge Paulo Lemann e Joseph Safra, os dois mais ricos do Brasil Imagem: Luiz Carlos Murauskas/Folhapress - Mastrangelo Reino/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

25/09/2019 13h25Atualizada em 25/09/2019 18h30

Resumo da notícia

  • Jorge Paulo Lemann, dono de marcas como Brahma e Skol, é a pessoa mais rica do Brasil, com patrimônio de R$ 104,71 bilhões
  • Ele lidera a lista desde 2013, quando desbancou Eike Batista
  • Lemann passou quase o ano inteiro atrás do banqueiro Joseph Safra, mas acabou conseguindo recuperar o posto
  • Dono do banco Safra, Joseph Safra figura em segundo lugar, com patrimônio de R$ 95,04 bilhões
  • Lemann tem enfrentado problemas em uma das empresas da qual é sócio, a Kraft Heinz

O posto de pessoa mais rica do Brasil mudou de mãos ao longo de 2019, mas terminou com um velho conhecido. Pela sétima vez seguida, o investidor Jorge Paulo Lemann, dono de marcas como Brahma e Skol, ficou no topo da lista, com um patrimônio total de R$ 104,71 bilhões, segundo ranking da revista Forbes divulgado hoje.

O sócio da cervejaria Ambev começou o ano "mal", sendo superado de janeiro até o começo de agosto pelo banqueiro Joseph Safra, dono do banco Safra.

Porém, pouco antes de a revista fechar o levantamento de 2019, Lemann voltou a liderar a lista, posto que ocupa desde 2013, quando desbancou Eike Batista. Safra figura em segundo lugar, com patrimônio de R$ 95,04 bilhões.

Fusão Kraft Heinz

Lemann, 80, é investidor e principal nome do conglomerado de bebidas AB-InBev, dono da Ambev, que fabrica cervejas como Brahma, Skol e Antarctica. Ele também é sócio da rede de padarias Benjamim e da 3G Capital, dona de marcas como Burger King, Heinz e Philadelphia.

Foi por meio da 3G que Lemann entrou em um negócio que quase lhe custou o primeiro lugar na lista da Forbes em 2019. Junto com o megainvestidor norte-americano Warren Buffett, ele articulou a fusão entre Kraft e Heinz, em 2015. Desde então, o negócio acumula prejuízos.

A empresa chegou a trocar de presidente executivo em abril, mas os resultados continuam negativos.

Perdeu R$ 1,79 bilhão em um ano

O banqueiro Joseph Safra - Alexandre Rezende/Folhapress
O banqueiro Joseph Safra
Imagem: Alexandre Rezende/Folhapress

Enquanto Lemann acumulou perdas de R$ 1,25 bilhão em relação ao ano passado, Safra aumentou seu patrimônio em R$ 19,31 bilhões no mesmo período.

Libanês naturalizado brasileiro, Safra tem 81 anos e é o banqueiro mais rico do mundo, segundo a Forbes.

Ele é dono do Banco Safra (Brasil), do J. Safra Sarasin (Suíça) e do Safra National Bank (EUA). Safra também tem investimentos imobiliários e é um dos donos da Chiquita Brands, a maior produtora de bananas do mundo.

Bilionário ajuda migrantes venezuelanos em Roraima

AFP

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Economia