IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Governo tenta vender Raspadinha pela metade do preço após fracassos

Filipe Andretta*

Do UOL, em São Paulo

22/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Raspadinha está no Plano Nacional de Desestatização desde janeiro de 2016
  • Primeiro leilão deveria ter acontecido em junho de 2018, mas não teve interessados
  • Desde então, governo vem mudando condições para atrair interessados
  • Lance mínimo caiu de R$ 1 bilhão para cerca de RS 540 milhões

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) marcou para hoje, a partir das 10h, o leilão da Lotex, serviço público federal de Loteria Instantânea Exclusiva, também conhecida como Raspadinha. Na loteria instantânea, o apostador sabe se ganhou algum prêmio na hora em que raspa o cartão.

A Lotex foi incluída no PND (Programa Nacional de Desestatização) em janeiro de 2016. O primeiro leilão da estatal foi marcado para junho de 2018, mas ninguém apresentou proposta. Desde então, o BNDES, responsável pelo processo de venda, vem publicando novos editais com ajustes para tornar mais atraente a venda da Lotex para o setor privado.

Inicialmente, o governo havia determinado um lance mínimo de R$ 1 bilhão em parcela única. Com a falta de interesse nos editais anteriores, esse valor caiu para cerca de R$ 540 milhões, com possibilidade de parcelamento.

O prazo para envio de propostas acabou no último dia 17. O BNDES disse que o número de interessados só pode ser confirmado na abertura do leilão, mas informou que todos os que apresentaram propostas estão habilitados.

*Com Reuters e Estadão Conteúdo

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Lista de privatizações inclui Correios e Telebras

Band Notí­cias

Economia