PUBLICIDADE
IPCA
1,15 Dez.2019
Topo

Qual o limite de valor para trazer compras do exterior?

Vinicius Pereira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

03/11/2019 04h00

Qual valor posso comprar nos Estados Unidos ou em outros países sem pagar imposto? Essa é uma dúvida comum de quem viaja ao exterior.

De acordo com a Receita Federal, o atual limite para quem traz compras do exterior na bagagem é de US$ 500 (R$ 2.000) para quem viaja de avião ou navio. Para a entrada por via terrestre (carro, ônibus), o limite é de US$ 300 (R$ 1.200).

Pode gastar quanto quiser, mas paga imposto

"É importante destacar que você não é proibido de gastar o quanto quiser no exterior. Contudo, após um limite legal estabelecido de um certo valor, você será taxado pela Receita Federal, por meio das alfândegas", disse o advogado especialista em direito civil Jackson Lucena Santos.

Segundo o especialista, a Receita apertou o cerco aos viajantes e, desde 2015, está cruzando dados de viajantes para descobrir quem pode estar furando o limite estabelecido.

"A Receita passou a montar e atualizar listas dos passageiros que podem ter estourado o limite de compras no exterior e, em razão disso, intensificou-se a fiscalização", afirmou Santos.

Free shop vai dobrar de US$ 500 para US$ 1.000

As lojas free shop existem nos aeroportos nas áreas de voos internacionais. Elas possuem produtos importados vendidos em dólar com preços mais atraentes. Só podem ser visitadas por quem viajou ou vai viajar ao exterior.

Os limites de compra são diferentes e são somados aos das compras feitas no exterior. O limite atual também é de US$ 500 por pessoa. Então, cada um poderia ter um total de US$ 1.000 em compras (US$ 500 de outro país mais US$ 500 do free shop)

Mas há uma boa notícia: o limite dos free shops vai dobrar a partir de 1º de janeiro de 2020. Como os dois limites se somam, o total de produtos importados que o brasileiro poderá trazer será de US$ 1.500 (US$ 500 do exterior mais US$ 1.000 do free shop).

Isenção para quem mora fora

Os limites de compras no exterior não se aplicam a brasileiros que tenham residido por mais de um ano no exterior.

Nesse caso, o interessado poderá entrar no país com isenção de tributos. Para isso, é necessário cadastrar a bagagem como "mudança".

Dessa forma, o brasileiro que volta ao país com muitas malas pode escapar de ser tributado pela Receita.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Limite para compras em free shops será de US$ 1 mil

Band Notí­cias

Economia