PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Imóvel parado? Veja 5 dicas para proprietário conseguir alugar mais rápido

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

10/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Procura por imóvel para alugar aumenta no primeiro mês do ano, segundo especialista
  • Estudantes e pessoas que mudam de local de trabalho aproveitam o começo do ano para procurar novo lugar para morar
  • Pesquisar preço na região e fazer bom anúncio podem acelerar a locação

Quem está com um imóvel parado, pensando em alugar, pode aproveitar o começo do ano para tentar garantir a locação. Segundo Roseli Hernandes, diretora de locação da Lello Imóveis, estudantes que passam no vestibular, funcionários de empresas que são transferidos e até mesmo quem quer começar o ano em uma casa nova costumam intensificar a procura por um lugar para morar no mês de janeiro.

"Janeiro é um mês em que se fala sobre mudanças. É um momento para mudar de casa, emprego, escola. O número de pessoas que procuram imóvel para alugar aumenta no primeiro mês do ano."

O UOL conversou com Roseli, com Juliana Jordão Machado, gerente de operações do QuintoAndar e com Deborah Seabra, economista do Grupo ZAP e reuniu dicas que podem agilizar a assinatura do contrato de aluguel. Confira:

1) Pesquise o preço na região

O valor do aluguel deve estar compatível com o preço do mercado. É preciso pesquisar quanto é cobrado no seu próprio condomínio e em outros apartamentos da região com características parecidas. Se for casa, também buscar por aquelas com padrão similar.

"Alguns imóveis ficam parados, pois o preço do aluguel destoa do preço da região. Além disso, quando alguém vai buscar um imóvel pela internet e filtra por preço, o apartamento pode ficar de fora da pesquisa", diz Juliana.

Roseli afirma que dá trabalho definir o valor do aluguel, portanto, quem preferir pode buscar ajuda profissional.

2) Faça manutenção no imóvel

Se o imóvel não está bem cuidado, com pintura descascada, janela quebrada e pia vazando, por exemplo, os locatários podem fugir. Segundo Roseli, é preciso cuidar não só dos defeitos aparentes, mas revisar também daqueles problemas ocultos, como encanamento e parte elétrica e hidráulica.

"São manutenções que valorizam. Mostram o cuidado do proprietário. A dica é fazer uma boa pintura, aquela que agrada todo mundo, com tons pastéis ou com branco. Cuidado com pisos soltos, azulejo e vidro de janela quebrados. O proprietário tem que pensar que o inquilino está buscando um imóvel para moradia, para passar o momento da vida dele. Tem que ser um lugar confortável."

Se o imóvel estava alugado, e o inquilino que saiu deixou o local malconservado, Roseli aconselha a não deixar a manutenção para o próximo. "Tudo o que puder minimizar de problemas, melhor".

3) Invista em anúncios

Seja por sites especializados ou por imobiliária, quem quer alugar logo precisa anunciar. Veja os cuidados:

  • Fotos

Registre tudo o que o imóvel oferece (áreas externas, de lazer e quintal, por exemplo). Escolha dias ensolarados para fazer as imagens, organize o imóvel e invista na limpeza. "Algumas visitas não acontecem porque as fotos não estão boas", diz Juliana.

  • Informações corretas

Certifique-se de que todas as informações sobre o imóvel estão corretas e exatas. Um dado errado sobre valor do IPTU ou do condomínio, por exemplo, podem atrapalhar o fechamento do contrato.

  • Benefícios

Não informe só o básico, mas os benefícios que a pessoa terá na região. "É preciso vender o que está para fora da janela, e não se restringir ao imóvel em si. Fale sobre localização, se tem padaria, mercado e metrô, por exemplo", diz Débora. Ter em mente o público-alvo daquele aluguel também ajuda. Se é um imóvel para uma família, vale destacar se há escolas por perto, por exemplo.

  • Fale a verdade

"Não adianta falar que é impecável, se não é, e que tem armário planejado, mas não cabe nada. Tem que ser o mais transparente possível", diz Roseli.

4) Veja se o imóvel está em boas condições para visitas

Segundo Juliana, é importante verificar se o imóvel está em ordem antes de agendar as visitas. Um imóvel arrumado, arejado e limpo podem causar uma boa impressão e facilitar na hora de alugar.

5) Seja flexível na negociação

Pode aparecer uma proposta que não é exatamente o você pediu, mas vale a pena considerar. "É preciso ser flexível com relação às negociações. Quem é muito rígido acaba não fechando negócio", diz Roseli.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas

Descomplique: É melhor financiar uma casa ou pagar aluguel?

UOL Notícias

Economia