PUBLICIDADE
IPCA
-0,31 Abr.2020
Topo

Guedes diz que empurra-empurra com Congresso é normal e reformas seguirão

Paulo Guedes, Ministro da Economia,  - Adriano Machado/Reuters
Paulo Guedes, Ministro da Economia, Imagem: Adriano Machado/Reuters

Carla Araújo

Colaboração para o UOL, em Brasília

20/02/2020 11h40

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é "natural ficar nervoso" durante as negociações entre governo e parlamentares e que o "empurra-empurra" que acontece é do jogo político.

"É natural, é político, esse empurra pra lá e pra cá e tem gente bem-intencionada dos dois lados. Estamos absolutamente seguros que as reformas continuam", afirmou.

Em relação à reforma administrativa, Guedes disse que o presidente Jair Bolsonaro "está dando uma olhada" e que o texto deve seguir "daqui a pouco" para a Câmara.

Apesar disso, ainda não há uma data para o envio da matéria, que deve acabar ficando para depois do carnaval, segundo fontes.

"O pacto federativo está no Senado. A administrativa vai entrar na Câmara e o próprio congresso já tem alguns itens da tributária. Vamos trabalhar juntos nisso", disse o ministro, durante evento no Palácio do Planalto.

Guedes voltou a defender a descentralização de recursos do Orçamento e afirmou que o "dinheiro carimbado" atrapalha a execução de projetos. "Façamos as reformas e teremos 100% do orçamento para discutir e construir juntos o futuro do Brasil, discutindo os méritos das despesas e não o dinheiro carimbado", declarou.

Economia