PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Receita alerta para regularizar CPF antes de auxílio emergencial de R$ 600

Receita Federal ainda oferece alternativas para regularização do CPF a quem solicita o pagamento de R$ 600 frente ao impacto econômico do novo coronavírus - Reprodução
Receita Federal ainda oferece alternativas para regularização do CPF a quem solicita o pagamento de R$ 600 frente ao impacto econômico do novo coronavírus Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

08/04/2020 18h02

A Receita Federal divulgou nota de esclarecimento hoje a respeito da regularização dos CPFs para o recebimento do auxílio emergencial de R$ 600 para reduzir o impacto econômico durante a pandemia do novo coronavírus. A medida do Governo Federal é voltada a trabalhadores informais, desempregados, MEIs e contribuintes individuais do INSS.

Para o recebimento do auxílio, é necessário solicitá-lo via aplicativo Caixa - Auxílio Emergencial e ter o CPF regularizado. No entanto, a própria Receita reconheceu que o app teve volume excessivo de acessos, o que pode ter impedido o cadastro de beneficiários.

Desta forma, a orientação é para que o cidadão acesse novamente o aplicativo da Caixa em diferentes horários para tentar o cadastramento, caso não seja possível fazê-lo na primeira tentativa. Caso a impossibilidade persista por problemas com o CPF no app, a Receita pede que o usuário verifique a situação do documento em seu site.

A Receita Federal avisa ainda que "é importante que o cidadão verifique no ato do preenchimento do aplicativo Caixa - Auxílio Emergencial se o nome do cidadão, de sua mãe (se houver) e de sua data de nascimento coincidem com os dados constantes na base CPF".

Em caso de necessidade de regularização do CPF, o cidadão pode realizá-lo gratuitamente no site da Receita Federal, via formulário eletrônico ou via chat. Se a regularização no site não for possível, a requisição deve ser feita por e-mail (com a documentação descrita) ou presencialmente, realizada de forma excepcional.