PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

93% dos varejistas registraram queda maior de 50% na receita, diz pesquisa

3.jan.2020 - Consumidores fazem compras durante liquidação do Magazine Luiza, na loja do Shopping Aricanduva, na zona leste de São Paulo - Divulgação
3.jan.2020 - Consumidores fazem compras durante liquidação do Magazine Luiza, na loja do Shopping Aricanduva, na zona leste de São Paulo Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/05/2020 15h35

Uma pesquisa realizada pela ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) com associados constatou que 93% dos varejistas registraram queda maior de 50% no faturamento desde o início da quarentena do coronavírus.

O estudo, realizado com varejistas entre os dias 17 e 22 de abril e respondido por 104 empresas, ainda levou em consideração informações sobre demissões, e incertezas diante da situação econômica após um mês interrupção das atividades.

A pesquisa mostrou que 7% ainda mantém os planos de expansão para 2020. Por outro lado, 52% dependem ainda do apoio dos locadores dos estabelecimentos e condições de financiamento para não fechar as lojas.

Já 26% afirmou que vai esperar a reabertura do comércio para reavaliar a expansão, enquanto 15% já definiu que haverá fechamento de lojas.

De acordo com o levantamento, em relação a reabertura dos estabelecimentos comerciais, 65% dos lojistas são a favor da retomada com horário restrito (12h às 20h), contra 14% que querem a volta dos negócios em horário normal e 21% que não concordam em discutir o assunto neste momento no estado de São Paulo.

Sobre o Dia das Mães, 68% dos entrevistados são a favor da mudança para 12 de julho — 27% discordam dessa medida e 5% preferiram não opinar.

Quanto ao acesso a linhas de crédito com juros reduzidos, concedidos pelos Governos Federal e Estadual, somente 21% participantes da pesquisa também informaram que procederam com o pedido, enquanto 79% informaram que houve burocracia e demora nas respostas.

PUBLICIDADE