PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Vendas de queijo caem na França e órgão pede que consumo seja patriótico

Vendas de queijo caíram 60% na França durante pandemia de coronavírus - iStock
Vendas de queijo caíram 60% na França durante pandemia de coronavírus Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

07/05/2020 16h53

A pandemia de coronavírus na França pode trazer consequências para a indústria de queijos. Com 60% na queda de vendas, a projeção do CNAOL (Conselho Nacional de Controle de Originados de Laticínio) é estoques de queijos atinjam a marca de 5 toneladas.

O levantamento leva em consideração a queda de vendas desde o início da quarentena no país, em 17 de março, até 10 de abril.

"Os franceses mudaram seus hábitos e se voltaram para o consumo de necessidades básicas", afirmou Michel Lacoste, presidente da CNAOL, em entrevista à CNN.

Para Lacoste, a população na França "deixou de lado" o queijo em meio à pandemia. "Nós, os fazendeiros e produtores, não estamos em confinamento. Continuamos trabalhando e produzindo todos os dias", observou.

O presidente do conselho declarou que o aumento do consumo de queijo, no presente momento, é um ato patriótico.

"Comam queijo, façam um consumo justo para manter a cultura, a tradição e a herança francesas que todos compartilhamos", acrescentou Lacoste.