PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Bolsonaro diz que Guedes quer retomar debate da carteira verde e amarela

Jair Bolsonaro, presidente da República - Andre Borges/NurPhoto via Getty Images
Jair Bolsonaro, presidente da República Imagem: Andre Borges/NurPhoto via Getty Images

Do UOL, em São Paulo*

28/05/2020 20h23

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje que o ministro da Economia, Paulo Guedes, quer retomar o debate da carteira verde e amarela, que flexibiliza os contratos de trabalho.

"Conversei agora há pouco com o Guedes, ele fala que quer voltar a questão da certeira verde e amarela, o que ele quer? É muito caro o empregado, sabe que o salario é pouco para quem recebe e muito para quem paga com os encargos trabalhistas. O Guedes quer dar uma flexibilizada para facilitar a empregabilidade", afirmou Bolsonaro na live semanal em seu Facebook.

O presidente citou o cenário de desemprego para voltar a defender a linha de mais empregos com menos direitos.

"Não adianta você falar 'tem que ter todos os direitos' e não tem emprego pela frente. Então só tem uma maneira, desonerar, descomplicar, simplificar aí a questão trabalhista. O Rogério Marinho tava com o Guedes, lá atrás ele simplificou muito as NRs (Normas Regulamentadoras), tinha 3 mil, 4 mil normas, ele passou para 600. Tinha 43 ou 44 normas para banheiro, ninguém aguenta ser patrão dessa maneira", disse.

Nova versão está em estudos

O Ministério da Economia estuda uma nova versão da carteira Verde e Amarela. O foco do novo programa, que será uma versão modificada e mais ampla, é garantir novas contratações no mercado de trabalho no momento em que a demanda por bens e serviços continuará menor, depois da abertura da economia. Uma das possibilidades é trabalhar o programa não mais em faixas etárias. A Medida Provisória 905, que criou o Programa Verde Amarelo focado em facilitar a contratação de jovens de 18 a 29 anos, perdeu a validade antes de ser aprovada pelo Congresso.

* Com informações do Estadão Conteúdo

Economia