PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Cadastro no sistema de pagamentos instantâneos começa em outubro, diz BC

Campos Neto afirmou que o processo de identificação dos usuários do sistema começará em outubro - Edu Andrade/Fatopress/Estadão Conteúdo
Campos Neto afirmou que o processo de identificação dos usuários do sistema começará em outubro Imagem: Edu Andrade/Fatopress/Estadão Conteúdo

Antonio Temóteo

Do UOL, em Brasília

22/07/2020 11h58

Os brasileiros poderão cadastrar a forma de identificação no sistema de pagamentos instantâneos do BC a partir de outubro, informou o presidente do BC (Banco Central), Roberto Campos Neto.

Segundo ele, o cidadão terá uma conta na instituição financeira e poderá escolher se a identificação será por CPF, endereço de e-mail ou pelo número do celular.

O sistema de transferências e pagamentos instantâneos será criado para que as operações sejam realizadas todos os dias, inclusive nos fins de semana e feriados, a qualquer hora, por pessoas e empresas.

Para fazer compras no Brasil, os consumidores precisam pagar em dinheiro, usar cartões ou quitar boletos. Transferências de recursos entre pessoas ou empresas, com contas em diferentes bancos, têm limite de horário. O sistema começará a funcionar em novembro, segundo o BC.

Pagamentos instantâneos começarão em novembro

Campos Neto afirmou que o processo de identificação dos usuários do sistema de pagamentos instantâneos ocorreria em novembro, a partir da liberação do serviço. Segundo ele, a antecipação para outubro ocorreu para que o serviço comece de maneira robusta.

"A abertura do PIX (sistema de pagamentos instantâneos) seria em novembro, mas vamos antecipar uma parte para outubro. Você tem uma conta em banco X e vai definir como será reconhecido pelo sistema. Pelo CPF, pelo endereço de e-mail ou pelo número de telefone", disse.