PUBLICIDADE
IPCA
0,26 Jun.2020
Topo

Caixa: contas do auxílio emergencial já fizeram 136 milhões de transações

Cartão de débito movimentou mais de R$ 13 bilhões nas poupanças digitais da Caixa - Saulo Ângelo/Futura Press/Estadão Conteúdo
Cartão de débito movimentou mais de R$ 13 bilhões nas poupanças digitais da Caixa Imagem: Saulo Ângelo/Futura Press/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

29/07/2020 16h59

A Caixa informou hoje que as contas de poupanças digitais abertas para a operação de pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 já fizeram mais de 136 milhões de transações financeiras desde o início do programa. Desse total, 47,7 milhões foram feitas em compras com cartão de débito virtual, que já movimentou R$ 13,1 bilhões, segundo o banco, valor que chega a R$ 15,5 bilhões considerando pagamentos com o QR Code.

"Mais que o dobro do total de saques [20,5 milhões de movimentações] em caixas eletrônicos e na boca do caixa. Ou seja, uma demonstração clara da força desse meio digital, de como o Caixa Tem está funcionando nesse momento de uma maneira eficiente", disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

O segundo meio que mais registrou transações foi o pagamento de boletos, com 25,2 milhões. Houve ainda mais de 18,4 milhões de transferências na própria Caixa, além de quase 12,4 milhões com movimentações entre bancos diferentes por meio de DOC ou TED, e ainda 11,6 milhões de pagamentos por meio de empresas concessionárias.

O banco afirmou que apenas ontem (28) foram registradas 2.271.147 transações, das quais foram 847.318 pagamentos no cartão de débito, 769.345 pagamentos de boletos, 243.045 pagamentos via concessionárias, 213.395 saques, 119.215 DOCs e TEDs, e 78.829 transferências na Caixa.

Novo calendário do auxílio emergencial

A Caixa realiza hoje cinco pagamentos diferentes do auxílio emergencial de R$ 600. Aniversariantes de março recebem via poupança digital a 4ª, a 3ª, a 2ª ou a 1ª parcela, conforme a data em que tiveram o cadastro aprovado. Além disso, a partir de hoje fica liberado o saque da 4ª parcela a inscritos no Bolsa Família que têm o NIS (Número de Identificação Social) terminado em 8.

Apenas quem é do Bolsa Família pode sacar o dinheiro. Os demais beneficiários do auxílio emergencial, por enquanto, só podem movimentar a poupança pelo aplicativo Caixa Tem (disponível para Android e iOS), que permite pagamento de contas e boletos e compras por meio de cartão virtual.

Veja a seguir os diferentes calendários de pagamento e detalhes de como acessar o auxílio emergencial.

  • 1ª parcela: quem teve o cadastro aprovado em julho e não recebeu nenhum pagamento
  • 2ª parcela: quem começou a receber o auxílio entre o final de junho e o começo de julho
  • 3ª parcela: quem começou a receber o auxílio em maio
  • 4ª parcela: quem começou a receber o auxílio em abril

No início de julho, a Caixa mudou a forma de realizar os pagamentos. Antes, cada grupo de aprovados tinha um calendário próprio. Agora, todos os aprovados (menos os do Bolsa Família) recebem juntos conforme o mês de nascimento, no que a Caixa chama de ciclos de pagamento.

Não importa em qual etapa o beneficiário esteja, ele deve receber um pagamento por ciclo até ter completado cinco parcelas, que é o que todo aprovado tem direito.

A cada ciclo há dois cronogramas, ambos levando em conta a data de nascimento do trabalhador.

Na primeira etapa do "Ciclo 1", entre 22 de julho e 26 de agosto, o dinheiro será depositado em uma poupança digital da Caixa e, nesse caso, os valores podem ser usados apenas para pagamento de contas e boletos e para compras por meio de cartão virtual. É necessário usar o aplicativo Caixa Tem (Android e iOS).

A segunda etapa do "Ciclo 1", entre 25 de julho e 17 de setembro, é para o saque do auxílio ou para transferir o dinheiro a outra conta.

Como o governo cancelou um antigo calendários de saques, algumas pessoas receberão durante o "Ciclo 1" o depósito de mais uma parcela antes de terem conseguido sacar a parcela anterior. Nesse caso, o beneficiário poderá sacar as duas parcelas juntas na data prevista acima, na coluna da direita, conforme o mês de aniversário.

Confira aqui o calendário detalhado dos próximos ciclos de pagamento.