PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Nestlé lança e-commerce de bolos e sobremesas feitos com leite condensado

Nova loja online traz, ao todo, nove sabores de bolo, três tipos de pudim e cinco docinhos diferentes - Reprodução/Moça Doceria
Nova loja online traz, ao todo, nove sabores de bolo, três tipos de pudim e cinco docinhos diferentes Imagem: Reprodução/Moça Doceria

Do UOL, em São Paulo

23/11/2020 15h28Atualizada em 30/11/2020 10h05

Próxima de comemorar 100 anos no Brasil, a Nestlé decidiu lançar um e-commerce de bolos, tortas e sobremesas variadas feitos com leite condensado. Chamada de Moça Doceria, a loja tem no cardápio desde receitas tradicionais, como pudim e bolo de chocolate, até criações desenvolvidas por chefs da própria Nestlé.

O site traz, ao todo, nove sabores de bolo, três tipos de pudim e cinco docinhos diferentes — incluindo os clássicos brigadeiro, beijinho e bicho-de-pé. Também estão disponíveis sobremesas como torta de mirtilos, brigadeirão e cocada, todos feitos com leite condensado Moça.

Os preços variam de R$ 24,90 (cocadinha no balde) até R$ 189 (bolo Moça Segredo de 1,2 kg). Os docinhos partem de R$ 52,90 (15 unidades).

Inicialmente, o e-commerce vai operar em um raio de oito quilômetros do Campo Belo, na zona sul de São Paulo, atendendo bairros como Moema, Santo Amaro e Jardim Aeroporto, por exemplo. Pedidos feitos até as 12h são entregues no mesmo dia.

Segundo a Nestlé, o raio de entrega será expandido de forma contínua, com base nos comentários recebidos de consumidores, "garantindo uma expansão sustentada dessa experiência".

"Nosso canal tem como objetivo atender aos consumidores que buscam uma experiência afetiva de confeitaria para quando bater aquela vontade de comer uma sobremesa gostosa ou até mesmo surpreender a família e amigos em uma data especial. E, para isso, nada melhor do que um doce feito com leite Moça", celebra Maria Helena Stechechem, marketing da marca em Nestlé Professional.

Para operar, a loja vai usar a plataforma de Vem de Bolo, um marketplace criado pela Nestlé que conecta boleiros aos consumidores. Desta forma, segundo Bruno Oliveira, chefe de Inovação e Novos Modelos de Negócios da companhia, "será possível escalar o negócio mais rapidamente".

PUBLICIDADE