PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

iFood bate recorde na Black Friday e realiza 2,5 milhões de entregas

Volume de pedidos cresceu 79% na Black Friday de 2020, segundo a empresa - Getty Images
Volume de pedidos cresceu 79% na Black Friday de 2020, segundo a empresa Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

30/11/2020 19h35Atualizada em 01/12/2020 14h37

Na sexta-feira (27), durante a Black Friday, o iFood bateu o recorde de 2,5 milhões de pedidos em um único dia, número 79% maior em relação à ação promovida no ano passado — em 2019, a Black Friday registrou 1,4 milhão de pedidos.

Os números de 2020 equivalem a 100 mil entregas realizadas a cada hora. O jantar foi o período de maior demanda, com 58% do total dos pedidos. Já o almoço apresentou 30%. São Paulo e Rio de Janeiro foram as cidades que lideraram a quantidade de entregas.

Os pratos de maior preferência entre os consumidores foram hambúrgueres, esfihas e sushis e sashimis. Houve uma oferta de 20 mil pratos pelos valores de R$ 0,99.

A plataforma aponta aumento da participação de pequenos e médios restaurantes. Entre os pedidos feitos na Black Friday, 38% correspondiam a estabelecimentos deste porte.

"Com a pandemia, vimos muitas mudanças de hábito no comportamento de consumo do brasileiro, que passou a considerar o delivery como um serviço essencial na sua rotina. Por isso, nessa Black Friday preparamos ofertas atrativas, de acordo com os gostos dos clientes, o que mostra que eles têm uma preferência clara pela nossa experiência e variedade de produtos e serviços. Os resultados reforçam ainda o protagonismo do iFood no segmento de delivery no Brasil e o fortalecimento do nosso compromisso de fomentar os restaurantes parceiros, incluindo pequenos e médios estabelecimentos, que ganharam visibilidade e a oportunidade de participar da data impulsionando suas vendas", afirmou o diretor de marketing do aplicativo, Felipe Pereira.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no título e no texto, o iFood bateu o recorde de 2,5 milhões de pedidos em um único dia, número 79% maior em relação à ação promovida no ano passado, e não de 2,4 milhões. A informação foi corrigida.