PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Aluguel: Proprietário prefere negociar a ter imóvel vazio, diz especialista

O IGP-M é utilizado para o reajuste de contratos de aluguéis de imóveis - Getty Images/EyeEm
O IGP-M é utilizado para o reajuste de contratos de aluguéis de imóveis Imagem: Getty Images/EyeEm

Do UOL, em São Paulo

31/03/2021 08h14

Diante da alta do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), proprietários preferem negociar os valores dos contratos de aluguel a ter o imóvel vazio, avalia Adriano Sartori, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP.

Ontem, a FGV (Fundação Getúlio Vargas) anunciou que o IGP-M acelerou a 2,94% em março, acumulando alta de 8,26% no primeiro trimestre do ano e de 31,1% em 12 meses. O indicador é usado para os reajustes de contratos de aluguel.

Para Adriano Sartori, a negociação é o melhor caminho para diminuir o impacto do IGP-M nos reajustes.

"Se o imóvel é ocupado por um bom inquilino, que sempre cumpriu em dia suas obrigações contratuais, o proprietário vai preferir negociar a ter seu imóvel vazio e arcar com os custos de manutenção como condomínio e IPTU. E, ainda, ter de buscar um novo inquilino", disse.

Nestes casos, o especialista aponta que locatário e locador podem chegar a um percentual de reajuste que satisfaça as duas partes.

"Sabemos que boa parte dos locadores utilizam o valor do aluguel do imóvel como renda familiar ou complemento de aposentadoria. Por isso, nem sempre consegue dispensar o reajuste ou mesmo dar desconto por um longo período, pois também conta com o do valor da locação. Portanto, é importante a negociação", disse.

PUBLICIDADE