PUBLICIDADE
IPCA
+0,93 Mar.2021
Topo

Paes critica modelo de concessão do Santos Dumont e diz que vai à Justiça

Aeroporto Santos Dumont deve ter grande investimento após privatização - Tomaz Silva/Agência Brasil
Aeroporto Santos Dumont deve ter grande investimento após privatização Imagem: Tomaz Silva/Agência Brasil

Colaboração para o UOL

16/04/2021 10h30

Eduardo Paes (DEM), prefeito do Rio de Janeiro, criticou o modelo de concessão do Aeroporto Santos Dumont proposto pelo Ministério da Infraestrutura. Ele declarou que pode ir à Justiça para impedir que isso aconteça da forma como o governo federal pretende.

"O modelo de concessão que fazem para o Santos Dumont é coisa de quem não tem simpatia pelo Rio e/ou busca inviabilizar o Galeão. Não é possível que, com tantos cariocas no Governo Federal, incluindo o presidente, isso prossiga. A prefeitura vai agir judicialmente para impedir que isso aconteça", escreveu o prefeito no Twitter.

A principal polêmica acontece porque o governo quer conceder o Aeroporto Santos Dumont sem restrições para oferta de voos. Há quem acredite que isso afetaria demais o outro aeroporto da cidade, o Galeão, que perderia espaço e teria prejuízo.

O governo federal defende a livre escolha do mercado, o que aumenta o valor da concessão. O tema tem sido discutido nos últimos dias, com a intenção de concluir a privatização do Santos Dumont até o final de maio de 2022. A estimativa é que seja alcançado o investimento de R$ 2 bilhões no aeroporto, nos 3 anos seguintes à entrega.