PUBLICIDADE
IPCA
+0,31 Abr.2021
Topo

SP: Prefeitura paga 2ª parcela da Renda Básica Emergencial na segunda (26)

Ao todo, serão pagas três parcelas de R$ 100 cada; pessoas com deficiência têm direito a receber de R$ 200 - Getty Images
Ao todo, serão pagas três parcelas de R$ 100 cada; pessoas com deficiência têm direito a receber de R$ 200 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/04/2021 19h45Atualizada em 23/04/2021 19h50

Os pagamentos da segunda parcela da Renda Básica Emergencial (RBE) 2021 começarão a ser feitos a partir da próxima segunda-feira (26), segundo informou hoje a prefeitura de São Paulo. Com essa nova rodada de depósitos, serão liberados R$ 131 milhões a mais de 1,2 milhão de pessoas.

O calendário de pagamentos da segunda parcela se estende até o dia 7 de maio, de acordo com o número do NIS do beneficiário. Na segunda, recebem aqueles com final 1; na terça (27), com final 2 — e assim sucessivamente.

Ao todo, serão pagas três parcelas no valor de R$ 100 cada. Pessoas com deficiência, independentemente da idade, têm direito a um benefício maior, de R$ 200 — com exceção daquelas que já recebem o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

A RBE é paga às famílias em situação de vulnerabilidade inscritas no Bolsa Família até setembro de 2020 e aos trabalhadores ambulantes que atendam aos critérios do programa federal. Estes também devem possuir Termo de Permissão de Uso (TPU) ou ser cadastrados no sistema "Tô Legal!" para terem direito ao benefício.

Na primeira parcela, segundo a prefeitura de São Paulo, foram pagos pouco mais de R$ 130 milhões a 469.372 famílias.

O beneficiário não precisa ir aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), aos postos do Descomplica SP ou a qualquer agência da Caixa Econômica Federal para fazer um cadastro ou solicitar a abertura da conta onde o dinheiro será depositado. Isso porque a RBE é gerada automaticamente às famílias que atendem aos critérios do programa.

Em caso de dúvidas, basta ligar para a Central 156.