PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

TRT realiza leilão com mais de 200 bens que vão de carros a imóveis

Os destaques do leilão são os imóveis que estão com desconto de até 60% - Tingey Injury Law Firm/Unsplash
Os destaques do leilão são os imóveis que estão com desconto de até 60% Imagem: Tingey Injury Law Firm/Unsplash

Colaboração para o UOL

17/05/2021 10h05Atualizada em 17/05/2021 10h46

O TRT (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) vai realizar um leilão com 242 bens nos dias 25 e 27 de maio, às 10h, no site da Sato Leilões. Entre os itens estão carros, imóveis, cadeiras universitárias, granito, containers, bomba de combustível, máquina de solda, equipamento para gráfica.

Os destaques são os imóveis que estão com desconto de até 60%. Um exemplo é um prédio de 1.159,36 m² na Vila Leopoldina, em São Paulo, com 60% de desconto e valor inicial de R$ 2.400.000.

Entre os veículos, é possível escolher uma BMW X3 XDRIVE 35I WX71 2014/2014 com lance inicial de R$ 30.000, uma Ford Ranger STX 96/97 com lance inicial de R$ 4.500. E um KIA SPORTAGE LX3 2011/2011 com lance inicial de R$ 14.400.

No segundo dia de leilão, um dos destaques é o terreno em Guarulhos com 60% de desconto e 5.380 m², com lance inicial de R$ 1.600.000. Outro terreno com o mesmo desconto fica na Vila Albertina, em São Paulo, com 862 m² e lance inicial de R$ 1.200.000.

"Nesta edição, teremos grandes oportunidades para os arrematantes. O investimento em imóveis, por exemplo, é um dos mais seguros e rentáveis do mercado, além de outros bens com valores abaixo do mercado. No atual momento da economia, em que os juros estão baixos e o dólar segue em alta, trata-se de uma das melhores opções de negócio", explica Antonio Hissao Sato Junior, leiloeiro público oficial e CEO da empresa Sato Leilões.

Como participar

O leilão será transmitido no site da Sato Leilões. Para participar, é necessário realizar um cadastro na página da empresa. Além disso, é importante conferir os editais do evento, do primeiro e segundo dia.

Quem quiser parcelar os bens deve apresentar proposta, que será encaminhada para análise judicial, os parcelamentos podem chegar a até 30 vezes.