PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Amazon é processada por demitir mulher que vai ao banheiro 6 vezes por dia

Funcionária não apresentou laudo de doença dentro do prazo solicitado pelo chefe - Divulgação
Funcionária não apresentou laudo de doença dentro do prazo solicitado pelo chefe Imagem: Divulgação

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/08/2021 11h45

Uma ex-funcionária está processando a Amazon por reclamar da quantidade de vezes que ela ia ao banheiro - cerca de seis vezes por dia. Maria Iris Jennitte Olivero é portadora da síndrome do intestino irritável, ou síndrome do cólon irritável, doença crônica que causa diarreia, dores abdominais, constipação e inchaço.

Olivero começou a trabalhar em um depósito da Amazon em Nova Jersey, nos Estados Unidos, em 2020, e decidiu processar a empresa de Jeff Bezos em junho desse ano, segundo o site Business Insider.

Segundo o processo, a então funcionária teria comunicado ao seu chefe que precisaria ir ao banheiro pelo menos seis vezes ao dia.

Em resposta, o superior pediu um laudo médico em até cinco dias comprovando a necessidade. A mulher diz que seu médico demorou seis dias para entregar o documento, e ela foi demitida antes que pudesse comprovar ao gerente.

Olivero acionou o Tribunal Superior de Nova Jersey contra a Amazon alegando ter sido discriminada por seu problema de saúde. A ex-funcionária se embasou na Lei Contra Discriminação.

Em nota, a equipe jurídica da Amazon disse que Olivero solicitou uma indenização de US$ 75 mil (cerca de R$ 400 mil, na cotação atual). Já os advogados da ex-funcionária não responderam ao site.

PUBLICIDADE