PUBLICIDADE
IPCA
1,25 Out.2021
Topo

Polícia Civil desmonta quadrilha que roubou R$ 12 mi de bancos em Sergipe

Colaboração para o UOL

18/11/2021 14h59

O Depatri (Departamento de Crimes Contra o Patrimônio), da Polícia Civil de Sergipe, cumpriu nesta quinta-feira (18) nove mandados de prisão e 14 de busca e apreensão na Operação Toledo, que investigou crimes que causaram prejuízo de R$ 12 milhões aos bancos do Estado. A ação policial também contou com a colaboração das polícias do Rio Grande do Sul e São Paulo.

Em nota publicada no site da Polícia Civil, a diretora do Depatri, Viviane Pessoa, disse que a organização criminosa utilizava-se de uma engenharia social sofisticada para praticar as ações. "A organização enviava links maliciosos - phishing - por mensagem de SMS e por ligações telefônicas que eram efetuadas para as vítimas. As chamadas eram feitas com a técnica de mascarar o telefone como se fosse o da instituição bancária", informou.

Os criminosos ligavam para os clientes, se passavam por funcionários e diziam que trabalhavam em uma central de atendimento do banco. Eles falavam que a conta estava sendo bloqueada por compras indevidas ou ofereciam benefícios, e orientavam a vítima a desinstalar o aplicativo bancário.

Em seguida, o cliente era orientado a ir até uma agência bancária para gerar uma nova senha. Depois dessa ação era enviado um código de SMS para o celular da vítima. O criminoso solicitava que ela repassasse esse código. Com o aplicativo desinstalado do aparelho telefônico da vítima, o golpista utilizava o código, instalava o aplicativo em um novo dispositivo e movimentava livremente a conta bancária.

PUBLICIDADE